João Pessoa 12/12/2018

Início » Variedades » Sport e Vitória não saem do zero e aumentam o drama na parte de baixo da tabela

Sport e Vitória não saem do zero e aumentam o drama na parte de baixo da tabela

Em jogo de vida ou morte da luta contra o rebaixamento, Sport e Vitória ficaram no 0 a 0, na Ilha do Retiro, e acirram ainda mais a briga na parte debaixo na tabela.

Com a igualdade no marcador, o Sport Recife chega a 38 pontos e fica na décima quinta colocação. Dois pontos a menos e três colocações abaixo está a equipe baiana, que segue no Z4.

Jogo truncado e nada de gols

No duelo dos desesperados, o Sport, como de costume em jogos na Ilha do Retiro, foi para a pressão nos primeiros minutos. O Rubro-Negro de Pernambuco quase abriu o placar logo no primeiro minuto. Rogério recebeu lançamento e entrou livre na área. O atacante dominou de cabeça e, com uma meia bicicleta, finalizou por cima do gol de João Gabriel.

O Vitória buscava frear o domínio dos pernambucanos através da bola parada, mas sem sucesso. Após o início forte do time da casa, a partida teve uma queda no nível técnico. Erros de parte a parte e o excesso de faltas não pertimitiam o desenvolvimento das jogadas.

A primeira oportunidade da equipe baiana só foi acontecer aos 26 minutos, quando Erick fez jogada individual e finalizou fraco. O goleiro Maílson soltou nos pés de Lucas Fernandes, que quase marcou para os visitantes.

Erick era o mais perigoso no jogo. O atacante fez outra boa jogada pela direita, cortou para o meio e bateu firme, obrigando Maílson a mandar a bola para escanteio.

Empate dramático

O segundo tempo começou agitado. Logo aos dois minutos, Maílson, do Sport, protagonizou um lance, no mínimo curioso. O goleiro foi tentar repor a bola com as mãos, mas a pelota acabou indo em direção a sua própria meta, causando grande aflição ao torcedor pernambucano. Mesmo com a lambança, o arqueiro conseguiu evitar o pior.

O Vitória começou melhor na etapa final, trocando passes e agredindo mais seu adversário. Benítez e Léo Gomes tiveram oportunidades para abrir o placar para os visitantes, mas desperdiçaram.

A torcida do Sport começou a ficar apreensiva nas arquibancadas. A tensão do torcedor parecia refletir no campo de jogo. Nervosismo e muitas faltas era o que se via na Ilha do Retiro.

Mesmo com o esforço de ambas as partes, o Rubro-Negro de Salvador conseguia ser mais lúcido no jogo, porém não era o suficiente para movimentar o marcador. Nada de gols em Pernambuco.

O Gol