Sterling cala racistas com gols e Inglaterra atropela Bulgária

Raheem Sterling respondeu com a bola nos pés as lamentáveis manifestações racistas na Bulgária e a Inglaterra goleou a seleção da casa, por 6 a 0.  Os ingleses se mantém na liderança do grupo A das Eliminatórias para a próxima Eurocopa, com 15 pontos, três a mais que a vice-líder, República Tcheca, e a quatro do Kosovo, que ainda sonha com vaga.

Os búlgaros são os lanternas.  Gols calam os racistas  A Inglaterra já deixou tudo resolvido no primeiro tempo. Completamente soberana em campo, a seleção inglesa abriu o placar ainda aos sete minutos. Marcus Rashford recebeu de Barkley e se livrou da marcação para bater e estufar a rede.  O segundo não demorou muito e saiu aos 20 minutos, em bela jogada coletiva. Sterliing, vaiado sempre que pegava na bola, tabelou com Harry Kane e mandou para Barkley marcar o dele. Fácil, fácil…

Ainda no primeiro tempo, vieram mais dois gols. Barkley marcou o segundo dele, terceiro inglês, depois de cruzamento de Kane; e Sterling recebeu presente de Kane para calar os racistas com o quarto gol.  Show de bola Na segunda parte, Sterling, o mais visado pelos racistas, seguiu deixando seu futebol falar contra os gestos e gritos racistas.

Não só ele, como todo o time da Inglaterra não se abateu e engoliu o adversário na bola.  Kane continou a ser o grande garçom da noite e com mais uma assistência deixou Sterling na boa para fazer o quinto gol inglês, aumentando a goleada.  Kane finalmente marcou o gol dele já perto do fim, fechando a conta em 6 a 0. O placar foi até pouco pelo deprimente comportamento búlgaro (dentro e fora de campo).

O Gol