Suposta queima de fogos feita por facção teve 41 detidos

Suposta queima de fogos feita por facção teve 41 detidos

queima de fogos que estaria ligada a uma suposta festa de aniversário da facção criminosa Okaida RB resultou na detenção de 41 pessoas suspeitas de soltar os artefatos durante o sábado à noite (11) na Capital.

A suposta festa da facção teria ocorrido em diversos bairros de João Pessoa, além dos municípios de Campina Grande, Bayeux, Santa Rita, Guarabira e Sapé. Para a polícia, os suspeitos foram detidos por perturbação do sossego.

“Fomos em várias comunidades, onde constatamos a presença de pessoas soltando fogos e nas situações em que foi registrada quebra da ordem pública, como no caso do Distrito Mecânico de João Pessoa, por exemplo, esses suspeitos foram conduzidos até as delegacias. Foram 41 conduzidos por esta prática”, disse o coronel Euller Chaves, comandante da Polícia Militar.

Porém, o comandante afirmou que vai reunir vídeos e informações postadas nas redes sociais sobre a suposta festa para encaminhar à polícia judiciária.

“É preciso ter cautela neste momento para apurar cada fato e informação recebida. Dentro das operações, monitoramos esses pontos, fomos até os locais e agora cabe a análise sobre o material que circulou, primeiro para saber a veracidade das informações e depois para agir, pois a corporação estará pronta para estabelecer a ordem pública e a paz social”, alertou o comandante.

Crimes diminuíram no fim de semana

Segundo a Polícia Militar, houve redução no número de homicídios (20%) e roubos (33,7%) durante esse fim de semana, que foi marcado pela 30ª edição da Operação Impacto em todo o estado.

“Chegamos a um resultado final de 20% de redução dos homicídios, com a Região Metropolitana registrando um caso durante todo o fim de semana. Em relação aos roubos, houve uma queda de 33,7% e tivemos também prisões importantes para que essas reduções possam continuar acontecendo”, finalizou o comandante.

Um dos presos durante o fim de semana foi um homem de 39 anos, suspeito de homicídios e de chefiar o tráfico de drogas no bairro do Grotão, Zona Sul da Capital.

Outro preso foi um homem de 31 anos suspeito de assaltos a agências dos Correios, postos de combustíveis e estabelecimentos comerciais, na região de Mari.

Portal Correio