Supostas soluções de ministro Chinês para mudar o Brasil instigam população - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Supostas soluções de ministro Chinês para mudar o Brasil instigam população

Supostas soluções de ministro Chinês para mudar o Brasil instigam populaçãoUm texto bastante polêmico começa a circular das redes sociais, na tentativa de dar definitivamente o tom das manifestações que varrem o país, e que nesta quinta (20) se iniciam em João Pessoa e Campina Grande.

Segundo a matéria, trata-se de uma lista de soluções propostas pelo ex-primeiro-ministro chinês Wen Jiabao para mudar definitivamente o Brasil. De acordo com o que é exposto, “devido ao aumento da amizade e dos negócios entre Brasil e China, vem estudando nossa cultura, nosso povo, desenvolvimento e nosso governo nos últimos cinco anos e, por isso aproveitou a visita de acordos comerciais para lançar algumas sugestões que, segundo ele, foram responsáveis pelas mudanças e pelo crescimento estrondoso da China nos últimos anos”.

Logo de início, uma das propostas seria a pena de morte aos crimes comprovadamente hediondos. Adiante, fala de punição aos políticos corruptos, no mesmo instante em que propõe a diminuição em 80% de seus salários. Investimentos impactantes na educação e cultura também compõem o ‘relatório’, que chega a 10 pontos.

Ainda de acordo com a matéria, as instruções teriam sido abafadas pelo Poder Público, mas prontamente divulgadas pelo jornalista Joelmir Beting em seu blog.

Confira abaixo o que supostamente o ministro Chinês teria apontado como soluções para o Brasil crescer fortemente, devidamente fundamentado pelo autor do texto.

1 – PENA DE MORTE PARA CRIMES HEDIONDOS COMPROVADOS

Fundamento: Um governo tem que deixar de lado a hipocrisia quando toca neste assunto. Um criminoso não pode ser tratado como celebridade. Criminosos reincidentes já tiveram sua chance de mudar e não mudaram, portanto, não merecem tanto empenho do governo, nem a sociedade honesta e trabalhadora merece conviver com tamanha impunidade e medo. O líder chinês citou alguns exemplos bem claros: Maníaco do Parque, Lindeberg, Suzane Richthofen, Fernadinho Beira Mar, Elias Maluco e etc. Eliminando os bandidos mais perigosos, os demais terão mais receio em praticarem seus crimes, refletindo imediatamente na segurança pública do país e na sociedade, principalmente na redução drástica com os gastos públicos em segurança. A longo prazo, ação também refletiria na cultura e comportamento do povo.

2 – PUNIÇÃO SEVERA PARA POLÍTICOS CORRUPTOS

Fundamento: É estarrecedor saber que o Brasil tem o 2º maior índice de corrupção do mundo, perdendo apenas para a Nigéria. Porém, comparando os dois países, o Brasil está em uma situação bem pior, já que não pune nenhum corrupto como deveria. O Brasil é o único país do mundo que não tem absolutamente nenhum político preso por corrupção, portanto, está clara a razão dessa praga (a corrupção) estar cada vez pior no país. Na China, a corrupção comprovada é punida com pena de morte ou prisão perpétua, além, é óbvio, da imediata devolução aos cofres públicos dos valores roubados. O ministro chinês fez uma pequena citação que apenas nos últimos 5 anos, o Brasil já computou um desvio de verbas públicas de quase 100 bilhões de reais, o que permitiria investimentos de reflexo nacional. 3 – QUINTUPLICAR O INVESTIMENTO EM EDUCAÇÃO

Fundamento: Um país que quer crescer precisa produzir os melhores profissionais do mundo e isso só é possível quando o país investe no mínimo 5 vezes mais do que o Brasil tem investido hoje no setor, caso contrário, o país fica emperrado. Aqueles que poderiam ser grandes profissionais acabam perdidos no mercado de trabalho por falta da base que deveria prepará-los.

4 – REDUÇÃO DRÁSTICA DA CARGA TRIBUTÁRIA E REFORMA TRIBUTÁRIA IMEDIATA

Fundamento: A China e outros países desenvolvidos como os EUA já comprovaram que o crescimento do país não necessita da exploração das suas indústrias e empresas em geral, muito pelo contrário, o Estado precisa ser aliado e não inimigo das empresas, afinal é do trabalho destas que o país tira seu sustendo para crescer e devolver em qualidade de vida para seus cidadãos. A carga tributária do Brasil é injusta e desorganizada e enquanto não houver uma mudança drástica, as empresas não conseguirão competir com o mercado externo, enquanto o interno permanecerá emperrado.

5 – REDUÇÃO DE PELO MENOS 80% DOS SALÁRIOS DOS POLÍTICOS BRASILEIROS

Fundamento: Os Brasil tem os políticos mais caros do mundo, isso ocorre pela cultura da malandragem entranhada após a instalação de uma democracia desorganizada – que tomou posse a partir dos anos 90 – e pela falta de regras no quesito salário do político. O político precisa entender que é um funcionário público como qualquer outro, com a função de empregar seu trabalho e seus conhecimentos em prol do seu país e não um “rei” como se vê atualmente. A constituição precisa definir um teto salarial compatível com os demais funcionários públicos e, a partir dai, os aumentos seguirem o salário mínimo padrão do país. Na China um deputado custa menos de 10% do que um deputado brasileiro. A revolta da nação com essa farra com o dinheiro público, com o abuso de ‘mega-salários’, sem a devida correspondência em soluções para o povo, causa ainda mais prejuízos ao Estado, pois um povo sentindo-se roubado pelos seus líderes políticos, perde a percepção do que é certo, justo, honesto e honrado.

6 – DESBUROCRATIZAÇÃO IMEDIATA

Fundamento: O Brasil sempre foi o país mais complexo em matéria de negociação. Segundo Wen, a China é hoje o maior exportador de manufaturados do mundo, ultrapassando os EUA em 2010. Sem nenhuma dúvida, a China e os EUA consideram o Brasil o país mais burocrata, tanto na importação, quanto exportação, além do seu mercado interno. Para tudo existem dezenas de barreiras impedindo a negociação que acabam em muitas vezes barrando o desenvolvimento das empresas e refletindo diretamente no desenvolvimento do país. isso é um caso urgente a ser solucionado.

7 – RECUPERAÇÃO DO APAGÃO DE INVESTIMENTOS DOS ÚLTIMOS 50 ANOS

Fundamento: O Brasil sofreu um forte apagão de investimentos nos últimos 50 anos, isso é um fato comprovado. Investimentos em infraestrutura, educação, cultura e praticamente todas as demais áreas relacionadas ao Estado. A situação impediu o crescimento do país e seguirá impedindo por no mínimo mais 50 anos se o Brasil não tomar atitudes fortes hoje. O Brasil tem tudo para ser um grande líder mundial: tem território, não sofre desastres naturais severos, vive em paz com o resto do mundo, mostrou-se inteligente ao sair ileso da grande crise financeira de 2008, porém, precisa ter a coragem de superar suas adversidades políticas e aprender investir corretamente naquilo que mais necessita.

8 – INVESTIR FORTEMENTE NA MUDANÇA DE CULTURA DO POVO

Fundamento: A grande massa do povo brasileiro não acredita mais no governo, nem nos seus políticos, não respeita as instituições, não acredita em suas leis, nem na sua própria cultura, acostumou-se com a desordem governamental e passou a ver como normal as notícias trágicas sobre corrupção, violência e etc. Portanto, o Brasil precisa investir na cultura brasileira, iniciando pelas escolas, empresas, igrejas, instituições públicas e assim por diante, começando pela educação patriótica – afinal, um grande povo precisa amar e honrar seu grande país, senão é inevitável que à longo prazo, comecem surgir milícias armadas na busca de espaço e poder paralelo ao governo, ainda mais, sendo o Brasil um país de proporções continentais como é.

9 – INVESTIR EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA IMEDIATAMENTE

Fundamento: Proporcionalmente, o Brasil investe menos de 8% do que a China em ciência e tecnologia. Isso começou a ter forte reflexo no país nos últimos 5 anos, quando o Brasil passou a crescer e aparecer no mundo como um país emergente e que vai crescer muito a partir de agora. Porém, não possui engenharia de qualidade; não tem medicina de qualidade; tecnologia de qualidade; não tem profissionais com formação de qualidade para concorrer com os países desenvolvidos, que se encontram mais de 20 anos à frente do Brasil.

10 – MENORIDADE PENAL E TRABALHISTA A PARTIR DE 16 ANOS 

Fundamento: O Brasil é um dos poucos países que ainda possuem a cultura de tratar jovens de 15 a 18 anos como crianças não responsáveis pelos seus atos (além de proibi-las de oferecer sua mão de obra). Esse cenário é um erro fatal para toda a sociedade, afinal, o Brasil, assim como a grande maioria dos países, está envelhecendo e precisa mais do que nunca de mão de obra renovada. Essa contradição hipócrita da lei serve apenas para criar bandidos perigosos que, ao atingirem 18 anos, estão formados para o crime, já que não puderam ver no trabalho uma saída menos letal. Na China, jovens tem permissão do governo para trabalhar normalmente (não apenas como estagiários como no Brasil) a partir dos 15 anos, desde que continuem estudando. Lá eles respondem pelos seus crimes normalmente, como qualquer adulto com mais de 18 anos.

MaisPB