Surpreso, Inácio Falcão desconhece ‘expulsão’ do Avante e rebate presidente: “Não vou pedir para sair”

O deputado estadual Inácio Falcão está surpreso com a sua ‘expulsão’ do Avante, pelo menos de forma declaratória por parte do presidente da legenda na Paraíba, o também deputado estadual Genival Matias.

O parlamentar garantiu que ainda não foi procurado por Genival para tratar de desligamento do partido. Inácio ainda disse desconhecer seu desligamento do comando do Avante em Campina Grande, em substituição pelo ex-deputado Álvaro Neto.

“Se realmente está acontecendo isso, gostaria muito que ele [Genival] usasse da humildade que tem e conversasse comigo. Estou sabendo pela imprensa. Até o momento não conversei absolutamente nada com ele. Estou tão surpreso como qualquer amigo meu que me liga para saber a respeito”, afirmou.

Inácio Falcão engrossou o discurso diante da declaração recebida de que Genival sugere que ele saia do Avante antes que seja expulso. “Que ele me expulse, vou aceitar a expulsão, mas que venha alegando o motivo. Mas não vou pedir para sair. Não pedi para entrar. Fui convidado. A pessoa que me convidou que me expulse. Quando estava sem legenda Genival fez de tudo para me ingressar no PT do B, então, se ele me fez o convite, que ele me tire”.

“Não tem problema [a expulsão], mas que ele coloque na minha expulsão o motivo e o artigo do estatuto que eu infringir”, completou.

Em contato com o Blog do Gordinho, Genival Matias alegou que o relacionamento interno de Inácio Falcão não é bom com o diretório estadual do partido. “Existe alguns estremecimentos, algumas situações internas. O relacionado não é bom. Mas tenho certeza que ele vai encontrar um partido para ter uma tranquilidade de dar continuidade ao seu projeto”, disse.

Blog do Gordinho