Suspeito de aplicar golpes na Paraíba é preso no Rio Grande do Norte

Suspeito de aplicar golpes na Paraíba é preso no Rio Grande do Norte

Um homem de 55 anos foi preso nesta segunda-feira (6) pela Polícia Civil em Natal, capital do Rio Grande do Norte, suspeito de aplicar golpes na compra e venda de veículos na Paraíba e no Tocantins.

Ao Portal Correio, o delegado titular da Delegacia de Defraudações e Falsificações em João Pessoa, Lucas Sá, contou que o suspeito fez, pelo menos, três vítimas em João Pessoa e, após ser identificado como o responsável pelos golpes, fugir para Natal.

“Ele tinha um mando de prisão em aberto no Tocantins por conta de fraudes na negociação de veículos e é investigado nosso pelo mesmo crime. Era para ele ter sido preso aqui, mas conseguiu fugir antes de nossa ação. Conseguimos rastrear a localização dele e acionamos os policiais de Natal que cumpriram o mandado. Temos três vítimas dele aqui e iremos pedir um mandado de prisão para que ele também responda aos crimes cometidos em João Pessoa. Porém, precisamos que se houverem mais vítimas elas busquem a DDF para nos ajudar a manter esse criminoso na prisão por mais tempo”, disse o delegado.

Ainda segundo Lucas Sá, o suspeito agia comprando veículos utilizando cheques sem fundo e, posteriormente, vendendo esses carros objetos de fraude ocasionando prejuízo tanto a quem ele comprava, que não recebia pela venda, como a quem ele vendia, que terminava possuindo um bem ilegalmente e com restrição judicial.

Dicas para evitar ser vítima dessa fraude

O delegado Lucas Sá também afirmou que os interessados em comprar ou vender veículos devem tomar cuidados para não serem vítimas dos golpistas.

“O principal cuidado que deve ser tomado pelo comprador/vendedor é pedir o documento atualizado do carro e ver se o nome da pessoa que consta no documento é o mesmo da que está negociando com você, porque muitas vezes esses negociantes dizem ser proprietários do veículo, mas o bem é de outra pessoa que não autorizou a venda”, falou o delegado.

Outra importante verificação para evitar ser vítima de um golpe é a realização de contratos de compra e venda que, para o delegado, protege as prováveis vítimas.

“A posse do recibo assinado de transferência de veículo não é o bastante. Pedir a realização de um contrato de compra e venda do veículo é um passo importante para se resguardar de problemas sérios. O comprador deve solicitar ao vendedor esse documento, que precisa constar a liberação do veículo para venda. Com isso, após a compra apareça alguma restrição relacionada ao carro o comprador vai estar resguardado documentalmente”, finalizou o delegado.

Portal Correio