João Pessoa 24/04/2019

Início » Policial » Suspeito de atirar em baterista, durante tentativa de assalto em Esperança, é preso fugindo da PB

Suspeito de atirar em baterista, durante tentativa de assalto em Esperança, é preso fugindo da PB

Polícia Civil também confirmou que já prendeu suspeito de dar fuga ao atirador no dia do crime.

Baterista segue internado em estado grave na UTI do Hospital de Trauma de Campina Grande — Foto: Reprodução/TV Paraíba

Um homem de 18 anos suspeito de ter atirado na cabeça do baterista Kelson Ysnay Vital do Nascimento, de 32 anos, durante uma tentativa de assalto na cidade de Esperança, no Brejo paraibano, foi preso na noite desta quinta-feira (17). Segundo a Polícia Civil, o suspeito já estava fugindo pelo estado do Rio Grande do Norte quando foi encontrado. Além deste rapaz, a Polícia Civil já havia prendido outro homem suspeito de ter dado fuga a ele no dia do crime.

As prisões foram confirmadas pelo delegado de Polícia Civil, Kelsen Vasconcelos. O crime ocorreu na madrugada do último domingo (13), por volta das 4h. O baterista estava saindo de um bar depois de participar de um show, quando foi surpreendido por um dos homens que atirou na cabeça dele.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito de atirar no baterista é um jovem de 18 anos, que foi preso nesta quinta-feira, por volta das 19h (horário local), na cidade de Parelhas, no Rio Grande do Norte. Ele foi capturado por equipes da Polícia Civil da Paraíba.

“Depois do crime ele fugiu para a cidade de Baraúna, no Curimataú paraibano, onde tem parentes. Depois ele saiu do estado e foi preso quando estava chegando a cidade de Parelhas, no Rio Grande do Norte. Ele assumiu a autoria do crime”, disse o delegado.

Por volta das 21h desta quinta-feira, o suspeito de atirar na cabeça do baterista estava sendo levado para a Delegacia de Polícia Civil de Esperança, onde, segundo o delegado, vai ser autuado em flagrante pelo crime de tentativa de latrocínio. Entretanto, o delegado não descarta a possibilidade de que tenha ocorrido uma tentativa de homicídio.

“O caso está sendo tratado como tentativa de latrocínio, tendo em vista de que o criminoso teria anunciado um assalto. Mas nossas equipes estão investigando. Não descartamos a possibilidade de que tenha se tratado de uma tentativa de homicídio, pois as imagens de câmeras de segurança mostram que o crime tem características de uma execução”, explicou o delegado Kelsen Vasconcelos.

Prisão do comparsa

Na tarde da última quarta-feira (16) a Polícia Civil já havia prendido um homem de 23 anos que é suspeito de ter ajudado no crime, dando fuga ao suspeito que atirou na cabeça do baterista. O homem de 23 anos foi preso na cidade de Esperança.

A arma

A arma usada no crime ainda não foi encontrada. Segundo o delegado Kelsen Vasconcelos, o suspeito de 18 anos informou que havia jogado a arma em um açude e que ela estaria embaixo d’água. Entretanto, uma equipe da Polícia Civil foi até o açude indicado pelo suspeito e constatou que o reservatório está totalmente seco.

A vítima

O baterista Kelson Ysnay Vital do Nascimento, de 32 anos, havia feito um show em um bar na cidade de Esperança e foi baleado quando saia do local, segundo a Polícia Militar. Depois de ser ferido pelo tiro na cabeça, ele foi socorrido e levado para o Hospital de Trauma de Campina Grande, onde permanecia internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em estado de saúde grave, até 20h (horário local) desta quinta-feira.

G1-PB