Tarifa dos trens da Grande JP vai ficar mais cara para cobrir dívida de R$ 2,6 bi da CBTU

tremA tarifa cobrada aos passageiros das composições da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) em João Pessoa, que atualmente é de R$ 0,50, deverá sofrer um reajuste e passar a ser de R$ 1. Foi o que contou, nesta quarta-feira (6), ao Portal Correio, o presidente da CBTU, Marco Fireman.

Fireman justificou que o reajuste reflete o momento de crise financeira que atinge a CBTU e a defasagem da tarifa que não recebe um reajuste desde 2001. Quando a modernização dos trens da Grande João Pessoa foi iniciada, em 2014, não havia previsão para reajuste da tarifa.

Como falou Fireman, o aumento servirá para que a Companhia tenha um melhor fluxo de caixa e possa promover um acordo para pagamento de uma dívida de R$ 2,6 bilhões com a Fundação Rede Ferroviária de Seguridade Social (REFER) e com outras entidades.

“O preço atual, de R$ 0,50, não cobre nem o custo de transporte do passageiro. O reajuste foi definido e estamos apenas aguardando a publicação da Medida Provisória (MP), que era para ter saído no fim de 2015. Dependemos desse aumento para podermos ter condições de entrar em acordo com a REFER, já que não temos receita suficiente atualmente, e para continuarmos operando normalmente”, contou o presidente da CBTU.

Ainda segundo Marco Fireman, mesmo com o aumento a tarifa da CBTU vai continuar com caráter social, possibilitando o acesso dos trabalhadores em um transporte de qualidade e barato.

O problema financeiro da CBTU foi trazido pelo Portal Correio em dezembro, quando Marco Fireman alertou que acompanhia poderia paralisar os serviços neste mês de janeiro por conta da falta de recursos para manter as composições operando nas cidades de João Pessoa, Recife, Natal, Maceió e Belo Horizonte.

Portal Correio