TCU condena gestores de Lucena e Uiraúna a devolver recursos

ficha sujaO ex- prefeieto de Lucena, Antonio Mendonça Monteiro (PMDB) e o atual prefeito de Uiraúna, João Bosco Nonato Fernandes (PSB), foram condenados pelo Tribunal de Contas da União (TCU) a devolver recursos por irregularidades em contratos.

Monteiro teria que devolver R$ mais de 60 mil reais na época da irregularidade, um convênio feito com a Funasa em 2007. Com juros e correção monetária o montante passa de R$ 156 mil. A irregularidade, para o TCU, foi uma tomada de contas especial entre a Funasa e o município de Lucena que tinha por finalidade a reestruturação de um sistema de esgotamento sanitário.

Também será aplicada uma multa pessoal no valor de R$ 20 mil. O prefeito tem 15 dias para comprovar o recolhimento do valor da multa.

Já o prefeito João Bosco Nonato Fernandes, de Uiraúna, também foi punido pelo TCU por irregularidades na legislatura passada. O valor atualizado do débito chega a R$ 250 mil. O prefeito foi condenado por irregularidades na execução de dois convênios com o Ministério do Turismo para a promoção e incentivo ao turismo por meio da realização da festa de São João e a festa de emancipação política do município. O prefeito foi punido juntamente com Erivan Antonio de Morais, da empresa de eventos utilizada nas festividades.

Redação