Teliana Pereira vence na estreia e enfrentará Serena Williams em Roland Garros

teliana pereiraTeliana Pereira (foto) vence Krystina Pliscova e enfrentará Serena Williams em Roland Garros

Muita raça, determinação e o empurrão de uma torcida vibrante nas arquibancadas. Estes foram os ingredientes da vitória difícil e muito comemorada da tenista brasileira Teliana Pereira sobre a tcheca Krystina Pliskova, por 2 sets a 1.

Na próxima fase, a adversária será um páreo muito mais duro: a americana Serena Williams, atual campeã do torneio e favorita para manter o título.

Teliana Pereira precisou lidar com os nervos para superar uma rival conhecida. Nas duas vezes que se enfrentaram, em Brisbane (2012) e Miami (2013), Teliana sempre levou a pior por dois sets.

Desde o início, a pernambucana soube que faria um jogo muito equilibrado com a 109° do ranking atual. O primeiro set apenas foi decidido depois de muita luta (7/5); no set seguinte, baixou um pouco de ritmo. A tcheca quebrou o saque de Teliana para abrir vantagem 4/3 e embalar para fechar o set em 6/3. No set decisivo, a superação: Teliana quebou o serviço de Pliskova para fazer 3/2, mas a tcheca se recuperou e chegou a ficar à frente no tie break, mas Teliana se superou e fechou com 9/7, após 2h26min de um duelo intenso.

Teliana saiu muito contente com a vitória, mas não inteiramente satisfeita e fez uma séria autocrítica: “Foi um jogo duríssimo, principalmente pelos meus altos e baixos. Não acho que eu joguei meu melhor tênis, mas também não joguei mal. Foi mesmo uma confusão mental durante o jogo”, avaliou.

Falta de ritmo

O que incomoda a atleta é a falta de resultados esperados e uma sequência maior nos torneios. “Isso deixa sem ritmo e acaba trazendo uma certa dúvida no meio do jogo. Tive oportunidade de fechar antes, mas a falta de ritmo e a falta de confiança acabou complicando. O que tornou tudo mais dramático foi mesmo minha falta de ritmo”, disse.

“Acho que estou jogando bem, mas preciso melhorar a parte mental e ficar mais tranquila na quadra”, insistiu. Nos momentos de hesitação, Teliana contou com torcedores entusiasmados nas arquibancadas, principalmente no tie break, que vibravam a cada ponto.

“A torcida, principalmente hoje que tive muitos altos e baixos, fez muita diferença. Nos momentos difíceis ainda mais. A torcida me deixou elétrica na quadra e fez a diferença nos momentos mais difíceis, porque me fez acelerar e por isso saí com a vitória”, garantiu. Na saída de quadra, muitas fotos com os fãs, que foram importantes para o moral da tenista.

Serena Williams pela frente

A vitória na difícil batalha desta terça-feira colocou a tenista em frente a seu maior desafio na carreira: Serena Williams, a atual campeã do torneio, que um pouco antes já havia garantido sua vaga na segunda rodada após despachar rapidamente a eslovaca Magdalena Rybarikova por 2 sets a 0 (parciais 6/2 e 6/0).

Encarar a número 1 mundial no saibro parisiense não assusta a brasileira, 81° do ranking. “Para o próximo jogo, o mais importante é estar tranquila Ela é realmente a número 1 do mundo e eu tenho que aproveitar. Não há nada diferente que eu possa fazer “, diz Teliana, que tem como grande preocupação descansar o corpo.

Uma surpresa no saibro parisiense pode acontecer ? “Sinceramente, acho que não. É muito difícil, tenho que ser realista, mas no tênis tudo pode acontecer. Eu estou feliz em enfrentá-la, acho que vai ser legal. Tenho que aproveitar ao máximo essa oportunidade e a pressão é toda em cima dela. Eu vou fazer o que tenho que fazer e na hora do jogo, correr atrás da bola”, finalizou.

Noticiário Francês