Testemunha diz que viu Edison Brittes enforcando o ex-jogador Daniel

Testemunha diz que viu Edison Brittes enforcando o ex-jogador Daniel

Lucas Strumpf, conhecido como Lucas Mineiro, é considerado pela polícia a principal testemunha do caso que investiga a morte do ex-jogador Daniel Freitas. Ele diz que viu Edison Brittes, assassino confesso, enforcando o jogador em cima da cama e que Cristiana Brittes pedia por socorro. As informações são do G1 e da TV Globo.

“Ela [Cristiana Brittes] tentava pedir ajuda, mas ela não tinha o que fazer. Ela não tinha como reagir naquele momento e não ia conseguir fazer nada naquele momento, creio eu. Ela pedia socorro e eu não sei dizer se o socorro dela era por algo que aconteceu com ela, mas, no meu entendimento, era que o pedido de socorro era para o Daniel”, disse Lucas, em entrevista realizada no escritório de seu advogado, em São Paulo.

“No momento em que eu olhei pela janela, eu vi o Daniel sendo enforcado na cama. Eu vi o Edison enforcando ele em cima da cama, batendo nele em cima da cama. Ele [Daniel] estava de camisa e cueca”, completou.

Lucas afirma que pediu para que Edison não agredisse mais o jogador e foi ameaçado pelo empresário. ”No momento em que eles estavam agredindo ele [Daniel], eu cheguei e falei: ‘para, para’. Ele [Edison Brittes] só olhou e falou: ‘sai fora, se você não vier me ajudar, sai fora se não você é o próximo’”, afirmou.

O rapaz ainda declarou que viu Cristiana Brittes pegando na mão de um homem na casa noturna em que todos estavam antes do crime e que essa pessoa a levou para o banheiro. Lucas ainda disse que ela teria beijado outros rapazes, inclusive o jogador Daniel, durante a noite e que estava embriagada, sendo segurada por uma amiga.

Istoé