11 pessoas morreram em um tiroteio em Paris nesta quarta-feira (7), informou a prefeitura da cidade

Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escritório de revista de Paris

ataque 2Pelo menos 11 pessoas morreram em um tiroteio em Paris nesta quarta-feira (7), informou a prefeitura da cidade. O crime aconteceu no escritório da revista satírica Charlie Hebdo, que já havia sido alvo de uma ataque no passado após publicar uma caricatura do proféta Maomé, o que irritou os muçulmanos.
O presidente francês, François Hollande, deve se encaminhar ao local do crime, informou a presidência francesa.
O policial Luc Poignant disse que pelo menos um jornalista da revista está entre os mortos e diversos ficaram feridos. Três policiais também tiveram ferimentos no ataque.
“Cerca de meia hora atrás dois homens usando capuz escuro entraram no prédio com duas armas”, disse a testemunha Benoit Bringer à rádio France Info. “Alguns minutos depois nós ouvimos os barulhos dos disparos”. Ele acrescentou que os homens foram vistos deixando o prédio.
A sede da revista foi alvo de um ataque a bomba em novembro de 2011 após colocar uma imagem satírica do profeta Maomé em sua capa.
ataque revista
G1