Toronto bate Warriors e fica a uma vitória de título inédito

Toronto bate Warriors e fica a uma vitória de título inédito

Match-point para o Toronto Raptors. Na noite desta sexta-feira, o time canadense venceu pela segunda vez em Oakland, desta vez por 105 a 92, e volta para o Canadá com a vantagem de 3 a 1 nas Finais da NBA diante dos atuais bicampeões.

Agora, os Raptors tentam conquistar seu primeiro título do melhor basquete do mundo diante de sua torcida. O quinto jogo da série será nesta segunda-feira, às 22 horas (de Brasília), em Toronto. Os Warriors precisam vencer os últimos três jogos para evitar a derrota e conquistar o tricampeonato consecutivo.

Para vencer em Oakland pela segunda vez, Toronto contou com a melhor atuação de Kawhi Leonard nas Finais. O principal jogador dos Raptors saiu de quadra com 36 pontos e 12 rebotes e foi importante tanto na defesa quanto na armação.

O jogo 4 também teve a melhor atuação de Serge Ibaka na série. O Pivô, que havia somado 18 pontos nos três primeiros jogos da série, saiu de quadra com 20 pontos nesta sexta-feira e ainda foi vital na defesa de Toronto.

Pelo Golden State, o retorno de Klay Thompson foi bem vindo, mas não o bastante. O ala-armador, que voltou de lesão após ficar de fora do jogo 3, saiu de quadra com 28 pontos.

Por outro lado, Stephen Curry esteve longe do seu melhor. Depois de somar 47 pontos no jogo 3, o principal jogador dos Warriors na série acertou apenas 22% de seus arremessos de três pontos e terminou o jogo com 27 pontos.

Defesas dominam primeiro quarto de pontuação baixa

Com o retorno de Klay Thompson, o quarto jogo das Finais da NBA começou tenso e com muita pressão defensiva. A primeira cesta do jogo veio após 2 minutos e 20 segundos de jogo, quando Stephen Curry acertou seu primeiro arremesso da noite.

A defesa melhorada de Golden State causou problemas para Toronto na parcial. Os Raptors marcaram apenas 17 pontos, sendo 14 deles de Kawhi Leonard, de longe o maior pontuador do primeiro quarto. Com má atuação ofensiva apesar do bom trabalho na defesa, o time canadense saiu perdendo por 23 a 17.

Toronto tira dois pontos da diferença no segundo

Os Raptors melhoraram no segundo quarto, mas não conseguiram tirar a paz dos Warriors. Novamente com domínio das defesas, Toronto conteve Golden State aos mesmos 23 pontos do primeiro quarto, mas marcaram apenas 25 pontos, tirando dois da diferença no placar, que foi para o intervalo em 46 a 42.

A melhora ofensiva de Toronto ocorreu apesar da queda de desempenho de Kawhi Leonard, que não pontuou. Serge Ibaka, por outro lado, saiu do banco para marcar oito pontos. Pelo Golden State, Klay Thompson teve retorno triunfal, marcando 14 pontos no primeiro tempo. Dono de 47 pontos no jogo 3, Stephen Curry foi para o intervalo com apenas oito pontos e nenhuma cesta de três.

Dominante, Kawhi comanda virada

No terceiro quarto, Toronto precisou de apenas um minuto para assumir a liderança pela primeira vez no jogo em cesta de três pontos de Kawhi Leonard, fazendo 48 a 46. A partir de então, as equipes travaram disputa ponto a ponto e se alternaram na liderança diversas vezes.

Os Raptors confirmaram a virada na parte final do quarto. Aproveitando o descanso de Klay Thompson, o time do Canadá encaixou ótima sequência e abriu 12 pontos de vantagem, chegando ao último quarto vencendo por 79 a 67. Kawhi anotou 18 pontos no período, enquanto a bola de Golden State se recusava a cair. O placar final do terceiro quarto foi 37 a 21 para Toronto.

Foto: Reuters

Toronto confirma vitória e decide no Canadá

Com dois minutos e meio no último quarto, Toronto sofreu um baque importante. Fred VanVleet, principal marcador do apagado Stephen Curry, acabou sendo atingido por Shaun Livingstone no rosto. O jogador sofreu corte no rosto e deixou o jogo rumo ao vestiário devagar, mas voltou ao banco minutos depois.

Porém os Raptors não sentiram a ausência de seu principal reserva. O time do Canadá fez o necessário para segurar a vantagem e saiu de quadra com a importante vitória por 105 a 92, abrindo vantagem de 3 a 1 na série e garantindo três match-points, dois deles em Toronto.

GOLDEN STATE WARRIORS 92 x 105 TORONTO RAPTORS

GSW: Iguodala, Draymond Green, Cousins, Thompson e Curry

Reservas: Looney, McKinnie, Livinsgston, Cook e Bogut

Técnico: Steve Kerr

TOR: Leonard, Siakam, Gasol, Green e Lawry

Reservas: VanVleet, Ibaka, Powell e McCaw

Técnico: Nick Nurse

Finais da NBA: Toronto Raptors 2 x 1 Golden State Warriors

Jogo 1: TOR 118 x 109 GSW

Jogo 2: TOR 104 x 109 GSW

Jogo 3: GSW 109 x 123 TOR

Jogo 4: GSW 92 x 105 TOR

Jogo 5: TOR x GSW – segunda-feira, às 22 horas (de Brasília)

Terra