Tratador “veste” 460 mil abelhas na China

Tratador de abelhasUm tratador de abelhas vestiu um traje com os insetos na China na quarta-feira.

 

She Ping, de 34 anos, enfrentou o desafio de ficar coberto por abelhas. Foram 460 mil insetos no corpo do homem.

 

O tratador ficou com as abelhas em seu corpo por 40 minutos. Estima-se que o traje com os insetos pese cerca de 45,65 quilos.

 

Ele atua como tratador de abelhas no sudoeste da China, na província de Chongqing.

Estudo tenta descobrir causas do sumiço de abelhas

Pesquisador brasileiro avalia impacto de pesticida no comportamento dos insetos; redução de colmeias afeta produção de alimentosAbelhas respondem por 80% da polinização feita por insetos / AFP

O risco de desabastecimento de alimentos diante da redução de colmeias de abelhas pelo mundo deu origem a um estudo que tenta descobrir as causas do sumiço desses insetos. Uma das teorias é estudada na Austrália pelo pesquisador brasileiro Paulo de Souza.

 

Ele avalia o impacto dos pesticidas usados na agricultura no comportamento das abelhas. Para isso, desenvolveu um chip que é colocado nas costas do inseto e as abelhas são separadas em dois grupos. As abelhas que têm contato com pesticidas já apresentaram alterações.

 

Por meio do estudo, serão avaliadas também a influência da poluição, do desmatamento e do transporte das colmeias por parte dos produtores. No Brasil, os produtores atribuem 60% das perdas ao uso de agrotóxico e pedem mudanças na aplicação de pesticidas.

 

Nos últimos dez anos, colônias de abelhas começaram a desaparecer em diferentes países do mundo. Nos Estados Unidos, metade da população do inseto foi dizimada. Em algumas regiões da Europa, a diminuição chega a 80%.

 

Existem hoje, no mundo, cerca de 25 mil espécies de abelhas. A importância delas vai além da produção de mel e própolis. Cerca de 70% da produção agrícola mundial depende destes insetos. Desta forma, o desaparecimento das colmeias tem impacto direto na produção de alimentos.

 

Veja a sequência de construção do traje:

 

abelhaSTR/AFP

 

 

 

abelha
STR/AFP

 

abelha

Jornal do Brasil