TRE deve apresentar novidades em Aijes que tramitam no órgão ainda este ano, destaca corregedor

O vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), desembargador Romero Marcelo, comentou sobre os processos movidos pelas coligações que elegeram o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) e o governador Ricardo Coutinho (PSB). De acordo com o desembargador, ainda este ano é possível que haja novidade em algum dos processos.

As Ações de Investigações Judiciais Eleitorais (Aijes) impetradas no TRE se referem ao pleito de 2014 e são da relatoria privativa da Corregedoria Regional Eleitoral, da qual o desembargador é titular. “Já fizemos o julgamento de uma dessas ações e iniciamos o julgamento de outra ação. Eu encontrei esses processos com a instrução concluída, ou seja, com o desenvolvimento em fase postulatória, probatória e para a decisão do magistrado, mas são processos que demandam uma análise documental muito grande”, explicou Romero Marcelo durante entrevista a uma rádio da Capital.

Para o magistrado, que dará o voto no qual os demais integrantes da Corte devem se basear para dar suas decisões, é de uma responsabilidade muito grande. “Possivelmente antes do término do ano eu traga mais algumas, outras ainda estão em fase instrutória. São processos volumosos com muitos documentos a serem analisados. Sobrepor, por exemplo, a vontade do eleitor e cassar um determinado candidato eleito com a maioria expressiva de votos exige uma responsabilidade muito grande”, frisou o magistrado.

Blog do Gordinho