Treinador acusado de abuso sexual é banido da ginástica

Treinador acusado de abuso sexual é banido da ginástica

O ex-treinador Fernando de Carvalho Lopes foi banido definitivamente da ginástica pela acusação de abuso sexual e assédio moral a atletas do esporte quando era técnico do Mesc, em São Bernardo do Campo.

A decisão foi tomada neste domingo (31), por meio do pleno do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) da CBG (Confederação Brasileira de Ginástica).

“A pena do banimento foi baseada no código de conduta e estatutos da FIG (Federação Internacional de Ginástica), e com aplicação também de penas máximas por quatro vezes (uma em relação a cada atleta vítima denunciante) em cada artigo da denúncia já realizada pelo Código Brasileiro de Justiça Desportiva”, disse a CBG, em nota oficial.

O tribunal determinou que a decisão fosse comunicada para a Federação Internacional de Ginástica e ao Comitê Olímpico Internacional.

No dia 29 de abril de 2018, uma reportagem do Fantástico, da TV Globo, deu voz às acusações de mais de 40 atletas e ex-atletas que afirmaram terem sido vítimas de Fernando, afastado da seleção brasileira de ginástica em 2016.

As revelações feitas pelos entrevistados convergem em um ponto: além de conversas de teor sexual, também alegam que o treinador teria tocado em partes íntimas dos alunos.

Folhapress