Tremor de terra no Japão não assusta corintianos, que vão às compras - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Tremor de terra no Japão não assusta corintianos, que vão às compras

Terremoto de 7.3 na escala Richter atinge a costa nordeste. Jogadores do Corinthians fazem passeio em Nagoya no momento e nada sentem

O relógio marcava 17h18 no Japão quando um tremor de terra foi sentido em boa parte do país. Um terremoto de 7.3 na escala Richter, com epicentro a quase 500 quilômetros de Tóquio, atingiu a costa nordeste, região próxima a do desastre de março de 2011 quando mais de 3,5 mil pessoas morreram.

No momento do sismo, os jogadores do Corinthians, que estão em Nagoya se preparando para o Mundial de Clubes, passeavam pela cidade e faziam compras. Nenhum deles percebeu o tremor, mas jornalistas, torcedores e membros da comissão que estavam no hotel da delegação sentiram.

– Isso foi aqui na cidade? – perguntou atacante Jorge Henrique ao ser informado sobre o terremoto.

– Não senti nada não – completou o meia Douglas.

Pelo Twitter, o zagueiro Paulo André tratou de acalmar torcedores e familiares. O corintiano, que estava ao lado dos demais companheiros nas ruas de Nagoya no momento, comemorou o fato de não ter percebido a terra tremer.

– Bom dia, Brasil. Acabei de chegar ao hotel. Fiquei sabendo do tremor/terremoto aqui no Japão, mas não senti nada… Ainda bem! – postou.

Pouco depois do ocorrido, os canais de televisão do Japão começaram a exibir alertas de tsunami – de ondas de 50 centímetros a dois metros – para os moradores e mostrar imagens de edifícios balançando. Algumas áreas do país chegaram a ordenar evacuações de prédios.

Terremotos são comuns no Japão. Por dia ocorrem diversos, imperceptíveis até. Este, desta sexta, foi profundo – a 36 km –, e não causou estragos. Na primeira hora pós-tremor, nenhuma ocorrência havia sido registrada. Segundo relatos de brasileiros que vivem no Japão, alertas de tsunami, por menor que sejam as ondas, são mais raros.

G1