Tropa de choque da Câmara de Santa Rita tenta retorno de Reginaldo Pereira é derrotada com mais uma ação no TJPB.

pageVereadores da Câmara Municipal de Santa Rita conhecidos por defender o mandato e o retorno do ex-prefeito cassado Reginaldo Pereira (PRP), nesta sexta-feira (15), sofreram mais uma derrota com uma ação que foi rejeitada pelo presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, e cada vez mais a lâmpada dos defensores vão perdendo força e o atual prefeito cada vez mais se consolida no cargo para traçar os caminhos de Santa Rita.

Os vereadores da Câmara de Santa Rita (tropa de choque) impetraram uma ação no período de recesso da justiça pelos quais, o desembargador plantonista se negou a julgar a decisão, em sua justificativa ou alegações afirmou que o processo não existia urgência como tinha sido pedido pela banca de advocacia dos vereadores, portanto, nesta sexta a tropa de choque impetrou mais uma ação que tentava o retorno do ex-prefeito cassado sem nenhum êxito levando a mais uma derrota que a Câmara Municipal e o ex-prefeito seguem colecionando um verdadeiro poço profundo de condenações que ficará na história da Justiça de Santa Rita e da Paraíba.

De acordo com as informações os vereadores que tentam de todas as formas o retorno do ex-prefeito cassado por eles mesmos, tentando retaliar no parlamento como tem sido visto nos últimos dias, como a cidade observou os prédios da prefeitura pinchados e a parede frontal do Sinfesa, como as ameaças de vereadores para não votarem a Loa, para prejudicar o andamento da gestão como forma de perseguição como uma forma desvairada no parlamento reprovando as matérias do executivo que beneficiam o povo a exemplo de uma empresa que presta serviço a Fiat pretendia se instalar aqui em Santa Rita e foi reprovada até na relatoria.

Lamartine do Vale, do Paraíba Urgente.