Tropa de choque que defende ex-prefeito cassado Reginaldo Pereira; “atua no sindicato com terror em assembleia que discutia salários atrasados em Santa Rita”

IMG_20160114_105954428A tropa de choque que defende o ex-prefeito cassado Reginaldo Pereira atuou nesta quinta-feira (14), na  sede do sindicato dos servidores públicos de Santa Rita – Sinfesa, em assembleia com os professores e causaram o maior terror na discussão dos professores com carro de som, ex-funcionários da gestão cassada, vereadores João Júnior e Severino Farias e Anésio Miranda, alguns servidores de pessoal de apoio que estavam  agendado com uma assembleia  para discutir salários atrasados ás 15hs, tentando acabar com o debate  que foi obrigado acionar a polícia para conter e evitar ao ânimos ou uma ação delituosa.

Segundo os próprios vigilantes que vieram ao sindicato na assembleia dos professores com uma assembleia marcada para o período da tarde queriam por toda a força que colocassem um carro de som e fosse para a frente da prefeitura de Santa Rita cobrar salários atrasados, e segundo interferência do sindicalista José Farias na assembleia disse que a discussão era com os professores e deliberada em assembleia por sua maioria, e o debate  com vigilantes era no outro período da tarde, daí então, iniciou uma bagunça arquitetada que durou horas de vandalismo na sede do sindicato que foi preciso intervenção da polícia.

Na ação arquitetada, obstruiu a Av Juarez Távora no centro da cidade  enfrente no sindicato com uma unidade de carro de som que permaneceu até o final da assembleia, prejudicando a discussão com som alto e discursos inflamados contra a pessoa do presidente do sindicato José Farias, muita algazarra, provocada  pra prejudicar a mesa diretora do sindicato e a assembleia, tendo como objetivo de acabar com a assembleia com pessoas que se quer são servidores que faziam parte da prefeitura e da Câmara Municipal e os servidores do sindicato que adentram na sede para fazer bagunça, com isso os servidores foram esvaziando a sede do sindicato prejudicando a discussão com os professores.

Com isso, a discussão foi prejudicada com os professores e a direção do sindicato para levantar uma proposta ao executivo, aonde na oportunidade a discussão era para tratar do salário de dezembro de 2015, e  a assembleia ficou esvaziada temendo uma agressão devido o terror implantado com a presença dos vereadores que segundo informações patrocinou e ficou esvaziada com a saída dos servidores devido a bagunça arquitetada  por interesses de grupos políticos que há três anos os servidores vem sendo prejudicado e que o tempo está passando sem ter uma solução para os salários dos servidores.

Infelizmente o portal Paraíba Urgente passa por reforma em sua estrutura e não podemos mostrar em vídeos os discursos de alguns vereadores com images, mas serão colocados no Facebook.page

pageLamartine do Vale, do Paraíba Urgente.