Vasco cria chances, mas Santos conta com gol de joia para vencer em São Januário

Buscando encostar novamente nos líderes do Campeonato Brasileiro, o Santos foi até São Januário, no Rio de Janeiro, para enfrentar o Vasco e, com gol do jovem Tailson, o primeiro como profissional, venceu por 1 a 0. Com a vitória, o Peixe engata sua segunda vitória consecutiva na competição, soma 44 pontos e volta a se aproximar de Flamengo e Palmeiras no topo do certame.

Do outro lado, o Cruz-Maltino permanece com 27 pontos, na 13ª colocação. Vasco é superior, mas perde pênalti O jogo começou estudado na Colina Histórica. O Santos, com mais posse, buscou impor seu ritmo. Em contrapartida, o Vasco apostou nas saídas em velocidade do garoto Thalles Magno.

Aos oito minutos, o primeiro lance de perigo. Jorge carregou para o meio e soltou uma bomba de fora da área. Fernando Miguel ia engolindo um frangaço, mas conseguiu salvar com o pé direito. Da metade para o fim da primeira etapa, o Cruz-Maltino tomou para si o controle do confronto.

Aos 25, Marrony recebeu na área e tentou o chute. A bola ficou viva na pequena área e, por muito pouco, Thalles não conseguiu mandar para dentro. Pouco depois, Rossi iniciou jogada pela direita e passou para Andrey.

O volante dominou, arrumou para a perna esquerda e bateu colocado, com estilo. A bola caprichosamente acertou a trave e não entrou. A pressão vascaína não parou de aumentar. Aos 35, Thalles Magno lançou para Rossi, que aproveitou a saída atrasada de Éverson e foi derrubado. Pênalti para o Vasco.

Na cobrança, porém, o goleiro santista se redimiu e fez a defesa: 0 a 0. Mesmo com a penalidade desperdiçada, o tima da casa seguiu melhor e teve mais uma chance com o menino Thalles, mas a bola foi por cima. ‘Menino da Vila’ decide O início do segundo tempo foi frenético em São Januário. Logo aos quatro minutos, após boa trama entre os laterais do Peixe, Jorge e Victor Ferraz, Soteldo recebeu e cruzou para Evandro.

O meia ajeitou bonito para Tailson, que emendou para o fundo do gol, marcando seu primeiro tento como profissional.  A abertura do placar animou ainda mais a equipe visitante. Pouco tempo depois, Jorge recebeu de Sasha e, na cara de Fernando Miguel, acabou chutando em cima do goleiro. A resposta cruz-maltina não demorou a surgir.

Rossi apareceu pela direita e cruzou na área. Aguilar furou e Victor Ferraz quase marcou contra o próprio patrimônio. Percebendo o crescimento vascaíno na etapa complementar, o time comandado por Jorge Sampaoli tentou, através da troca de passes, esfriar o ímpeto adversário e controlar a partida.

Nos minutos finais, a equipe de Vanderlei Luxemburgo ganhou um gás na busca pelo empate. Aos 33, Evandro deu entrada dura em Marrony. Após análise do VAR, a arbitragem optou por expulsar o jogador santista. Com um jogador a mais, os cariocas se esforçaram para igualar o marcador, mas a rede não balançou. Fim de papo e vitória do Peixe na Colina Histórica.
O Gol