Vasco empata com o Grêmio por 0 a 0 no Maracanã.

Vasco empata com o Grêmio por 0 a 0 no Maracanã.

MadsonMadson não consegue passar pelo goleiro Marcelo Grohe. Vasco tentou, teve chances, mas não conseguiu a vitória – Thiago Lontra / O Globo

O Vasco já conseguiu parar de perder. Falta agora voltar a ganhar como no início da sequência de jogos que o mantém invicto desde o dia 5 de setembro (nove jogos). Neste domingo, o time carioca completou o quarto empate consecutivo ao ficar no 0 a 0 com o Grêmio, no Maracanã. Com o resultado, a equipe de Jorginho se igualou ao Joinville com 30 pontos, mas não deixou a lanterna do Campeonato Brasileiro.

A distância do Vasco para o Avaí, primeiro time fora da zona de rebaixamento permanece em quatro pontos. Isso porque o time catarinense empatou com a Chapecoense em 0 a 0. Mas agora faltam seis rodadas para o término da competição.

Vasco e Grêmio fizeram uma partida equilibrada e com muitas oportunidades de gol (foram 29 finalizações). O time carioca teve muitas dificuldades para superar a fechada defesa gremista, mas ainda assim teve as principais chances de gol. Na defesa, Martin Silva mais uma vez se destacou evitando o pior para os cariocas.

– Faltou o gol. O jogo foi muito parelho, com as duas equipes buscando o gol, e acho que o Vasco foi superior – disse o zagueiro Luan, lamentando a sequência de quatro empates.

– Sem dúvida eu queria estar ganhando, mas nossa realidade é outra. É ver o que aconteceu nesta partida para não errar mais – completou o jogador, já pensando no clássico da semana que vem, contra o Fluminense.

NENÊ ACERTOU A TRAVE

Como só a vitória interessava ao Vasco, o time começou a partida no ataque em busca de um gol. Logo aos 3 minutos, Nenê levantou a bola na área e Leandrão cabeceou para fora.

O Vasco tinha o apoio de sua torcida, que procurou cantar o tempo todo e empurrar o time para o ataque, mas a equipe de Jorginho perdia a disputa do meio-campo com o Grêmio e se via pressionada pelo Grêmio, que a partir dos 10 minutos pressionava no ataque e forçava a defesa vascaína a errar. Assim, a equipe gaúcha passou a criar oportunidades.

Aos 17, Marcelo Oliveira passou para Giuliano, que invadiu a área e deixou a bola com Bobô. O atacante dividiu com Martin Silva e levou a pior. Sete minutos depois, Walace fez boa jogada pela esquerda, onde o Grêmio sempre encontrava espaço nas costas de Madson, e cruzou rasteiro. A bola passou por todo mundo e Bobô não conseguiu finalizar, desperdiçando uma grande chance para o Grêmio.

A partir da metade da primeira etapa, o Vasco passou a equilibrar um pouco mais a partida. Até o fim da etapa, o time teria 59% de posse de bola, mostrando que havia superado os 20 minutos de pressão gremista.

Foi quando Nenê começou a aparecer. Se Jorge Henrique tinha atuação discreta, Andrezinho se sacrificava pelo time jogando muito recuado e Leandrão parecia perdido entre os zagueiros do Grêmio, coube mais uma vez ao camisa 10 dar alguma criatividade ao time. Aos 27, o meia recebeu passe de peito de Julio dos Santos e bateu para a defesa de Grohe. Aos 36, ele finalizou novamente de perna esquerda para outra defesa de Grohe.

Dois minutos depois, o meia fez uma bela jogada na esquerda e achou Rodrigo livre na área. Mas o zagueiro isolou a bola, desperdiçando uma ótima oportunidade. Aos 40, Nenê acertou o travessão em uma cobrança de falta da direita.

– Acho que o time está bem. Só falta a bola entrar. Estamos criando, não dando espaço para eles e esperamos fazer o gol no segundo tempo – disse Nenê.

GOLEIRO SALVOU O VASCO

E o meia teve outra ótima chance de abrir o placar aoa 4 minutos. Jorge Henrique fez boa jogada da esquerda e cruzou para Julio dos Santos. O meia paraguaio ajeitou de peito para Nenê, que bateu muito fraco e Marcelo Grohe fez a defesa.

Se o time perdia chances no ataque, na defesa Martin Silva evitava o pior para o Vasco. Aos 9, ele evitou o gol em gremista em um chute de fora da área de Giuliano. Aos 25, Martin Silva defendeu com os pés uma finalização de Maicon.

O Vasco tentou responder aos 29 com Andrezinho, mas a cabeçada saiu fraca e Marcelo Grohe fez a defesa.

No fim, Martin Silva foi quem garantiu o empate com defesas importantes em finalizações de Galhardo e Everton. Mas o empate acabou sendo muito ruim para a equipe carioca.

VASCO 0 X 0 GRÊMIO

Local: Maracanã

Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP), auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Marcelo Van Gasse (SP).

Cartões amarelos: Walace e Fernandinho (Grêmio) e Bruno Gallo (Vasco)

Vasco: Martín Silva, Madson, Luan, Rodrigo, Christianno; Bruno Gallo, Julio dos Santos (Diguinho), Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique (Renato Kayzer) e Leandrão (Rafael Silva). Técnico: Jorginho.

Grêmio: Marcelo Grohe; Galhardo, Erazo, Rafael Thyere e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon (Moisés), Giuliano e Douglas (Fernandinho); Bobô (Éverton) e Pedro Rocha. Técnico: Roger.

O Globo