'Velho Chico': Afrânio obriga Sophie a comer na cozinha

‘Velho Chico’: Afrânio obriga Sophie a comer na cozinha

afranio francesaAfrânio (Antonio Fagundes) vai destratar Sophie (Yara Charry) em “Velho Chico”. O coronel não deixa a menina comer na mesa da sala e a obriga a ficar na cozinha. Tudo começa quando a francesa chega de um passeio com Miguel (Gabriel Leone), que a esta altura, rompeu com o avô e saiu da fazenda. Doninha (Suely Bispo) percebe o sorriso nos lábios da moça, brinca com ela e diz para se lavar, sentar à mesa, que já vai servir sua comida. Nesse momento, Afrânio entra na cozinha e brada: “Se dê ao trabalho, não, Doninha, pode serví aqui mesmo! Num tô pedindo, tô mandando! Se quisé come em minha casa vai sê assim! E não precisa de talher, que aqui, povo come é de mão!”.

Sophie está sentada quando Afrânio vem com o prato e coloca na sua frente com firmeza, sem talheres, como havia dito. Ela fica constrangida com o trato, é claro. “Você passou o dia com ele e só diz: não sei? Quero saber por que Miguel foi embora daqui?”, pressiona o Saruê. Tensa, Sophie conta que o amado só falou que não tem mais nada nessa casa. E ainda tenta contemporizar, dizendo que não foi bem isso que ele quis dizer. “Se não foi o que quis dize, disse por quê?”

A francesa explica: “Por tudo que está acontecendo… é tudo muito novo. Miguel está confuso”. Irredutível, Afrânio afirma que o neto sabe muito bem o que está fazendo. E implica de novo com a jovem: “E ele tá muito enganado se pensa que vai se metê com aquela gente e lhe dexá aqui!”. Teresa entra na cozinha, reagindo à ofensa do pai. “O que o senhor pensa que está fazendo?! Isso é jeito de tratar Sophie?”, dispara, raivosa. Afrânio não se faz de rogado. “Nessa casa tem dois tipo de pessoa: família e empregado. E quem não é um, é outro!”, enfrenta.

A filha do coronel afirma ao pai que Sophie é sua convidada e ele, então, manda que a herdeira arrume outro teto para a francesa ficar. “Porque no meu, ela não fica! Não enquanto aquele moleque atrevido não tiver mais nada nessa casa!”, sentencia o Saruê. Teresa manda que o pai não repita isso, mas o coronel continua: “Digo e repito quantas vezes, fô! Seu filho foi macho de se virá contra essa família, ele que sustente.”

Irônica, a filha de Saruê pergunta se o pai vai colocá-la para fora também, já que é mãe de Miguel. “Antes disso você é minha filha!”, simplifica o coronel. “Cada dia que passa eu duvido mais disso!”, dispara Teresa. Nesse momento, Encarnação (Selma Egrei) entra na cozinha, trazida pelos gritos, e quer saber o que está acontecendo. “Que o seu filho surtou, minha avó, e pensa que vai colocar Sophie pra fora dessa casa!”, explica. “Ela não é família! Essa casa é dos de Sá Ribeiro! Essa casa é minha”, grita o coronel.

Encarnação, então, se pronuncia. “Muito que bem. A menina vai s’embora…Junto daquele canalha do teu genro! De outro jeito ela não sai dessa casa! Ou vão os dois ou ficam, Afrânio, a escolha é sua e é uma só!”, afirma a matriarca. Surpreso com a atitude da mãe, Afrânio diz que Carlos é marido de Teresa. “E ela é amasiada de seu neto. Dá no mesmo!”, diz Encarnação.

Saruê vacila por um instante. A bisavó de Miguel se vira para Sophie. “Vá lá pra dentro. Que Doninha lhe leva algo pra comê!”, ordena, carinhosamente, a matriarca dos Sá Ribeiro, que segue a menina junto de Teresa.
Extra Online