Vené evita confronto com Caio Roberto, vê desinformação, mas corre atrás e agenda encontro com dirigente do PR - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Vené evita confronto com Caio Roberto, vê desinformação, mas corre atrás e agenda encontro com dirigente do PR

Vene e welingtonO pré-candidato do PMDB ao Governo da Paraíba, Veneziano Vital do Rêgo evitou adotar o tom de confronto para rebater as insinuações do deputado estadual Caio Roberto (PR), que ontem sugeriu a existência de uma trama “entre quatro paredes” do PMDB com o PSB, e se ateve apenas a tratar a questão como um equívoco do aliado do PR por falta de informação.

O cabeludo definiu o deputado novato como um grande amigo, que estava desinformado e cuidou logo de descartar qualquer contato seja com a cúpula do PSB, seja com o próprio governador Ricardo Coutinho para tratar ou dialogar sobre composições no primeiro turno das eleições.

“Eu tenho muito carinho pelo deputado estadual Caio Roberto e eu até o inocento dessas declarações, porque isso demonstra, com todo o afeto que tenho por ele e pelas próprias parcerias que fizemos e queremos crer que continuarão, que o deputado precisa ser melhor informado. Eu quero crer que Caio venha a ter essas informações mais precisas”, rebateu Veneziano, de forma sutil.

Ainda ontem Veneziano manteve contato telefônico com o presidente estadual do PR, Wellington Roberto, que é pai do deputado Cai Roberto, para afinar o discurso de parceira e dirimir quaisquer dúvidas.

Veneziano disse que essa semana, talvez nesta quarta-feira ou até mesmo amanhã, a dupla estará se reunindo para conversar pessoalmente e aparar alguma aresta que esteja, por ventura, provocando ruídos na relação histórica firmada entre PMDB e PR na Paraíba.

“Das ultimas duas vezes que fomos à Brasília mantivemos contato com o deputado Wellington e ontem mesmo eu conversei com ele e com o senador Vital do Rêgo por telefone marcando contato para essa semana, ou hoje ou amanhã”, disse.

Sobre as especulações dando conta de contato com o PSB para o PMDB ocupar a vice de RC, Veneziano voltou a afirmar que não houve e nem está havendo nenhum contato com o grupo girassol.

“De minha parte não houve, o que houve foram especulações e até mesmo especulações sobre o contato que o próprio PR tem de um lado e de outro e isso não significa que o grupo de Wellington venha a perder as suas relações mais próximas com a oposição por causa dessa onda de boatos e especulações”, falou.

PROPORCIONAL COM O PT

vene e caio confronto

O cabeludo comentou sobre o desentendimento com o PT para a formação da chapa proporcional com o PMDB e disse que acredita que irá conseguir reverter a decisão dos aliados.

“Se caso eles marcharem em marcha própria vai ocorrer um canabilismo político”, previu.

Essa semana um dos dirigentes do PT, Jackson Macedo, lembrou que PT e PMDB marcham unidos desde 2006 apenas na majoritária e não na proporcional. “Marchamos sem se coligar na proporcional em 2006 e em 2010 e ninguém morreu”, sentenciou.

Márcia Dias, com informações de Henrique Lima

PB Agora