João Pessoa 14/12/2018

Início » Política » Veneziano vê problemas na dependência de Bolsonaro de Paulo Guedes, Ônix e militares

Veneziano vê problemas na dependência de Bolsonaro de Paulo Guedes, Ônix e militares

Eleito senador da República, o atual deputado federal Veneziano Vital do Rêgo (PSB) revelou hoje em entrevista ao programa Conexão Master, da TV Master, ter preocupação em relação à capacidade do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) por causa do que chamou de dependência do futuro presidente em relação aos anunciados ministros Paulo Guedes (Economia) e Ônix Lorenzoni (Chefe da Casa Civil) além de vários auxiliares oriundos dos quadros militares.

“Penso que o presidente começa sua gestão na dependência de dois homens: seu guru Paulo Guedes, que tem toda a liberdade de escolhas, e do futuro chefe da Casa Civil, Ônix Lorenzoni, além da estrutura militar. É por força de uma superficialidade sobre esses temas? Isso é preocupante. Todas as vezes que Bolsonaro era instado a falar sobre economia, ele dizia que os repórteres deveriam se dirigir a Paulo Guedes e assim com todos os temas a outros auxiliares. Eu fui prefeito. Não necessariamente o executivo precisa estar conhecedor profundo de tudo, mas você precisa responder, porque você assume responsabilidades”, disse Veneziano.

O socialista ainda demonstrou sua crítica ao futuro presidente ao dizer que os governadores adversários seriam tratados de maneira diferente dos aliados: “Bolsonaro precisa maneirar. Em alguns pontos ele abrandou o tom, mas em outros assuntos ele continuou a ser o Bolsonaro de sempre. Tomara que a parte política da qual foi encarregado Ônix Lorenzoni, melhore. Acredito que os governadores não devem ser chamados para uma reunião por WhatsApp, por exemplo e nem o Nordeste, por ter votado em Fernando Haddad deve sofrer qualquer retaliação”, disse o senador.

ParlamentoPB