Reginaldo Pereira vai passar por mais uma CPI, apropina do lixo

Vereador de Santa Rita quer pedir instalação de “CPI da Propina”

IMG_20150101_044633676O prefeito de Santa Rita que já foi afastado do cargo por quase um ano acusado de cometer uma série de irregularidades, entre as quais nepotismo, contratação indevida, viagem sem autorização da Câmara e na licitação do lixo, volta a ganhar espaço na mídia  30 dias após retomar  a cadeira, por bandalheiras.Os vereadores de oposição querem instalar uma CPI para investigar denúncias de cobrança de propinas por parte de péssoas ligadas ao prefeito Reginaldo Pereira.Circula na Câmara Municipal de Santa Rita a informação de que um empresário do Rio Grande do Norte estaria negociando pagamento de propina para vencer  licitação do serviço de coleta de lixo da cidade.O ex-secretário-adjunto de Comunicação de Santa Rita, Germano Costa, também denunciou nas  redes sociais, que o filho do prefeito de Santa Rita, ‘Reginaldo Segundo’, cobrou R$ 10 mil de propina para o presidente do Santa Cruz, time de futebol da cidade, Júnior Veríssimo, para que a verba de patrocínio do clube fosse liberada.

De acordo com Germano Costa, o próprio presidente teria revelado que o filho do prefeito teria cobrado “uma comissão” de R$ 10 mil para liberar a verba publicitária aprovada em lei para o único clube de futebol da cidade que participa da primeira divisão do Campeonato Paraibano, que é de R$ 70 mil.

O vereador Sebastião do Sindicato garante que vai recorrer ao Ministério Público para apurar  as denúncias.