Vereador denuncia a falência multípla da saúde da gestão Panta, falta Diazepan e Gardenal em Santa Rita

Com os braços quebrados e uma perna engessada a saúde da gestão tucana do prefeito Panta encontra-se pedindo socorro, foi o que disse o vereador Sebastião do PT ao acolher diariamente a população de Santa Rita em seu gabinete reivindicando medicamentos contínuo básicos e baratos e que na secretaria de saúde municipal não possui para atender aos jovens portador especial que depende do medicamento para regularizar sua saúde como Diazepam, Gardenal e Cardomazepina denunciou nesta quarta-feira (20), o vereador Sebastião do PT que a prefeitura recebe de transferências em seus cofres cerca de R$ 22 milhões mês e uma receita de medicamento básico não existe, o que tachou de vergonha para uma saúde que é administrada por médicos, desabafou.

“Isso é uma esculhambação, uma prefeitura que arrecada cerca de 22 milhões mês não ter medicamento básico para um cidadão e jovem que possui uma patologia especial e depende para controlar sua saúde por meio de medicamentos para viver e que são básicos e na secretaria de saúde de Santa Rita não tem e que são administrados por médicos, mulher médica uma saúde falida, na denúncia ainda do vereador Sebastião o parlamentar ressaltou que a colega vereadora Vanda visitou o CAPS – Centro de Atenção psicossocial foi uma vergonha que na campanha eleitoral o prefeito Panta dizia que a prioridade de Santa Rita era a saúde e que hoje enterrou mais ainda e o povo morrendo, os contratos saindo e o medicamento não chega”, disparou o vereador Sebastião do PT.

Vejam os vídeos e notabilizam os descaso e o sofrimento de quem depende de um medicamento básico na saúde de Santa Rita :

Veja a visita da vereadora Vanda de Vasconcelos ao Centro de Atenção psicossocial que parece mais um campo de concentração de guerra

Lamartine do Vale