Reginaldo Pereira reduziu de R$ 70 para 40 mil a verba por perseguição política

Vereador diz que o Santa Cruz de Santa Rita teve verba reduzida por perseguição política por Reginaldo Pereira

IMG_20150101_044140886O vereador Genival Guedes (PSD) afirmou nesta terça-feira (27), após audiência pública da com os servidores públicos do município que estão até hoje com seus salários atrasados e sem previsão para pagamento, que o prefeito de Santa Rita Reginaldo Pereira reduziu de R$ 70 para 40 mil a verba que ajuda a participação da equipe do Santa Cruz de Santa Rita, no campeonato paraibano por perseguição política.

Conforme o vereador Genival Guedes o projeto lei (subvenção) que trata de ajudar ao clube do município a participar do campeonato paraibano foi discutido e aprovado pela Câmara Municipal, pelos quais aprovado pelos 19 vereadores.

“O presidente do Santa cruz junto sua direção de finanças do clube teriam feito um planejamento desde 2014, e agora sofre com a redução do projeto por parte do prefeito Reginaldo Pereira, que tínhamos formado uma equipe baseado em R$ 70 mil e agora vai sofrer com a redução drástica para 40 mil. Montamos uma equipe competitiva haja vista, que, o currículo que possui o Santa Cruz que foi bi campeão paraibano e representa a 3ª cidade do estado da Paraíba”, conclamou o vereador .

O parlamentar ressaltou ainda que o corte na redução da verba ao clube veio em consequência que o atual presidente do clube Junior Veríssimo, por ser partidário ao ex-prefeito Netinho, que elaborou o projeto de lei com um novo valor em apoio orçamentário de 70 mil. O vereador lembrou ainda que o atual prefeito nunca foi em favor do esporte e nem da cultura, que ele foi vaiado no ginásio de esporte por relatar diante de uma multidão no “festival de quadrilha junina”que a prioridade no município seria outras secretarias, e após iniciar o campeonato paraibano o prefeito deixou a população frustrada com a redução da verba, sentenciou Genival Guedes.

 

Lamartine do Vale, do Paraíba Urgente.