vereador enfrenta partido e prefeito de CG para votar em Vené - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

vereador enfrenta partido e prefeito de CG para votar em Vené

rebelde e forteRebelde, firme em suas posições e sem medo de ser punido pelo partido por desobediência. Assim agiu o vereador campinense Orlandino Farias (PSC). Contrariando o PSC, Orlandino afirmou que mesmo o seu partido eventualmente tendo candidato a governador, vai destoar da orientação partidária e do prefeito Romero e votar para governador no ex-prefeito Veneziano Vital do Rêgo (PMDB).

Orlandino disse ainda que está tranquilo e sabe que não correrá risco de ser expulso do partido por infidelidade partidária. Ele lembrou que sempre foi aliado do ex-prefeito de Campina Grande Veneziano Vital do Rêgo. Os dois fizeram parte da mesma legislatura e travaram grandes embates juntos a favor da cidade na Casa de Felix Araújo.

Ex membro do PMDB, Orlandino ocupou uma secretaria de Agricultura na 2ª gestão do então prefeito Veneziano, antes de ser reeleito vereador. Em 2012, ele trocou o PMDB pelo PSC que teve como candidato a prefeito o deputado estadual Guilherme Almeida, de quem é aliado antigo. No segundo turno das eleições, o PSC resolveu apoiar a candidatura de Romero Rodrigues (PSDB), e depois passou a fazer parte do governo tucano.

Apesar do rumo tomado pelo seu partido, Orlandino garante que permanece amigo e fiel a Veneziano, e mesmo o PSC que integra o “blocão” já tendo lançado a pré-candidatura do deputado Leonardo Gadelha, ele votará no peemedebista  para governador.

Vereador está no seu 8º mandato na CMCG

O vereador Orlandino Farias é um dos vereadores mais antigos da Câmara Municipal de Campina Grande, vencendo inclusive o vereador Pimentel Filho que está no seu 7º mandato, e a ex-vereadora na cidade Maria Barbosa.

Com o seus olhos azuis profundos, ,as vezes cochilando no plenário, e muita história para contar da Câmara Municipal de Campina Grande, ele está exercendo o seu 8º mandato na Casa de Félix Araújo. Aos 78 anos Orlandino Farias (PSC), garante que está pronto para mais uma campanha e que ainda tem muita energia para gastar. A idade já avançada não lhe tira o ânimo e a coragem de continar na Casa, defendendo os seus ideais e os interesses da população que a mais de 30 anos lhe mantêm no poder legislativo através do voto.

Entre tantos mandatos conquistados através do voto livre e democrático do seu povo, ele conheceu de tudo na Casa. Já foi oposição, situação, e atualmente integra a bancada que oposicionista mesmo o seu partido sendo aliado do prefeito Romero Rodrigues (PSDB). Garante que faz uma oposição propositiva e construtiva.

Exercendo o oitavo mandato de vereador, Orlandino não se deixa levar pela vaidade do poder. Continua morando em casa simples da zona rural, tomando para si problemas de indivíduos da sociedade, ajudando aos que mais precisam. Esta é a realidade de quem não fez da política um trampolim financeiro, de quem conduziu a sua vida pública com honestidade e decência. Orlandino não costuma falta as sessões. Está sempre no plenário. O vereador no entanto, não é muito de usar a Tribuna. Aliás, poucas as vezes vai a Tribuna fazer algum discurso. No entanto, a sua voz silenciosa há mais de 30 anos defende interesses dos mais simples de Campina Grande. Ele também não cosstuma apresentar muitos projetos, só que as suas proposituras tem qualidade.

Orlandino nunca pensou em dsputar vaga de deputado, alegando que o vereador é o político que está mais próximo do povo. Ele revela que o segredo na longevidade da política, é nunca abandonar as suas bases e manter o mesmo respeito com os eleitores não só na época das eleições.

Orlandino é natural da cidade de Soledade, mas construiu residência em Campina Grande, desde a sua juventude, no antigo distrito de Boa Vista, emancipado há 18 anos. Aqui ele formou família com dona Terezinha Leite de Farias, com quem tem quatro filhos. Quando chegou em Campina Grande, há 58 anos,

Ele já trabalhou como agricultor, dono de bar e mascate, vendendo queijos, roupas e miudezas no lombo de um jumento nas localidades do Compartimento da Borborema, construindo por onde passou amizade e simpatia, até iniciar a vida a vida política no começo dos anos 70. Orlandino Farias, entrou na política a convite de Orlando Almeida, pai do atual secretário de Agricultura do Município, Guilherme Almeida, que na época, o convidou para ingressar na política partidária.

Severino Lopes 

PBAgora