João Pessoa 21/05/2019

Início » Câmara em foco » Vereador Janderson Brito volta a ser internado no Trauma após desmaiar em seu gabinete na Câmara

Vereador Janderson Brito volta a ser internado no Trauma após desmaiar em seu gabinete na Câmara

O vereador de Cabedelo, Janderson Brito (PSDB), voltou a ser internado no Hospital de Trauma de João Pessoa, onde está desde a última terça-feira (16), após desmaiar em seu gabinete na Câmara Municipal.

Por telefone, Ele contou ao ParlamentoPB que estava em seu gabinete, por volta das 11h, reunido com alguns vereadores, quando se sentiu mal, com dores no peito e na nuca. “A pressão arterial subiu e acabei desmaiando”, contou.

O parlamentar foi levado, inicialmente, para o Hospital de Cabedelo e de lá foi conduzido para o Trauma de João Pessoa, onde deu entrada na área vermelha.

Segundo Janderson, ele teve uma isquemia transitória, que, inicialmente deixou o braço e a perna do lado esquerdo imóvel. Ele disse que agora já está movimentando a perna e o braço ainda está em estágio de recuperação.

No hospital, Janderson foi submetido a uma série de exames e está sendo medicado.

Ele disse que ainda não tem previsão de alta e agradeceu o apoio que recebeu dos militantes, da família e dos colegas na Câmara de Cabedelo. “Quero agradecer, mais uma vez, a atenção de todos, dizer que é um momento em que preciso, realmente, redobrar a atenção com a saúde, cuidar da saúde de fato, e dizer que é mais uma fase que estou passando e, com certeza, no final, estarei agradecendo pela recuperação plena”, disse.

No início de março o parlamentar foi internado depois de sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Ele voltou a dar entrada no hospital novamente no dia 19 de março após sofrer um acidente automobilístico, à noite, ao colidir seu carro contra uma mureta na BR 230, em Cabedelo, quando estava se deslocando para a sessão da Câmara. Ele sentiu-se mal e perdeu o controle do carro, um Fiat Stilo, que conduzia.

Janderson foi candidato a vice na chapa de Eneide Régis, segunda colocada na eleição suplementar de Cabedelo, realizada em março.

ParlamentoPB