Vereador pede vista e adia afastamento de denúncia de prefeito interino de Bayeux

A Câmara Municipal de Bayeux iniciou a sessão ordinária desta quinta-feira (26), para apreciar a denúncia que envolve o prefeito de Bayeux Luis Antonio (PSDB), de um suposto vídeo que foi veiculado na mídia denunciado por um empresario que estava por extorsão pelo atual gestor e que na sessão ordinária após lida a denúncia pelo primeiro secretário da casa que foi acatada pela Câmara Municipal a pedido dos partidos PRB e PR, o vereador José Heraldo Cunha o popular Lico pediu vista do processo que pedia o afastamento do prefeito de Bayeux para analisar com mais prudência e averiguar em tempo hábil a veracidade dos fatos.

Com isso, o presidente da Câmara Noquinha prosseguiu com a sessão ordinária e anunciou mais uma denúncia que chegou a casa de Severaque Dionísio que a Câmara Municipal vai averiguar e que na próxima sessão da próxima quinta-feira (31) será lida em plenário e os vereadores decidiram se acata ou não que envolve o prefeito Luis Antonio de corrupção.

A vereadora Dedeta no uso da tribuna elogiou a postura da Comissão Constituição e Justiça CCJ da casa pela sabedoria de no momento difícil que vive a cidade e muito oportuno pelo vereador Lico que pediu vista no processo de denúncia para averiguar e tomar uma decisão correta para não levar a cidade ao caos como aconteceu em Santa Rita, que no mento certo o parlamento vai acionar o conselho de ética e definir o futuro de Bayeux, disse a vereadora.

Lamartine do Vale