posse

Vereador preso vai algemado tomar posse

vererador-preso-posseUm exemplo do que deve ser banido da política. Preso desde o dia 19 de dezembro, em um processo que corre em segredo de justiça, o vereador reeleito do município de Caratinga (MG) Ronilson Marcílio Alves (PTB), 42 anos, protagonizou uma cena absurda nessa terça-feira (3). Algemado e com o uniforme do sistema prisional, ele tomou posse para novo mandato, após ter sido reeleito em outubro de 2016, com 854 votos.

No fim de novembro, Ronilson foi alvo de investigação policial, quando a Polícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão na casa dele e apreendeu documentos, pen drive e aparelhos celulares. Ele chegou a ser levado a depor, mas foi libertado em seguida.

De acordo com o seu advogado, Dário Júnior, o vereador é acusado de extorsão contra um padre da cidade e teve a prisão preventiva decretada no dia 2 de dezembro, sendo preso 17 dias depois. Outras três pessoas foram presas em flagrante pela mesma acusação.

Ainda de acordo com o defensor, há um dispositivo no Regimento Interno da Câmara que diz que se um vereador que não comparecer à cerimônia de posse, tem até 10 dias para assumir o cargo na presença do presidente da Câmara.

Tanto na sua chegada para a sua posse, quanto a sua saída de volta para o presídio, o vereador-detento foi muito criticado pelos moradores da cidade.

Um

Blog da Folha