Vereador ressalta investimento do PAC para o calçamento de ruas no Valentina

sergio sergioO vereador Sérgio da Sac (PSL), em pronunciamento na sessão desta terça-feira (12) da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), ressaltou investimentos conseguidos pela Prefeitura da Capital pelo Programa de Aceleração de Crescimento (PAC 2) para que promova o calçamento de ruas do bairro Valentina de Figueiredo.

 

Os recursos conseguidos são em torno de R$ 90 milhões para serviços de saneamento e pavimentação de ruas. O vereador destacou a necessidade do começo das obras desses serviços para a população da Capital, principalmente da Zona Sul.

 

“Que a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Infraestrutura, possa colocar em prática esse projeto, que é de grande relevância para a população carente de João Pessoa. Sabemos que bairros da Zona Sul precisam urgentemente que esse dinheiro saia do papel e chegue à sua execução”, afirmou.

 

Segundo dados trazidos pelo parlamentar, João Pessoa tem cerca de três mil ruas sem calçamento e os recursos conseguidos pelo PAC para o município abarcarão o calçamento de mais de mil ruas. Sérgio fez um apelo para que, dessas ruas a serem calçadas, pelo menos 30 beneficiem o bairro do Valentina.

 

De acordo com Sérgio, as maiores queixas dos moradores da Capital são justamente em relação a saneamento básico e pavimentação de ruas e, se o prefeito Luciano Cartaxo (PT) fizer o que promete com esses recursos, o município vai se desenvolver. “Se o prefeito executar o que está dizendo que irá fazer, João Pessoa terá um avanço grande”, opinou o parlamentar.

 

A vereadora Raíssa Lacerda (PSD) e os vereadores Bira (PT), Chico do Sindicato (PP), Benilton Lucena (PT), Djanilson (PPS) e Professor Gabriel (SDD) se acostaram ao pronunciamento de Sérgio pela importância que essas obras têm para a população pessoense.

 

O líder a bancada da situação na Casa, Bira (PT), também relatou que a maior cobrança que a população faz aos vereadores são serviços de saneamento, pavimentação e recapeamento. “Com certeza esse recurso é muito importante e vai promover melhoria significativa na qualidade de vida das pessoas”, destacou.

Clarisse Oliveira