Vereadora alega que votou contra a 3ª denúncia do prefeito Panta por falta de conhecimento da matéria

A vereadora Rosali Diniz (PCB) a popular Rosa do Vaqueiro em contato com a reportagem do Paraíba Urgente nesta manhã de segunda-feira (18), alegou que votou contra a matéria que denunciava o prefeito Panta por falta de conhecimento da mesma, que segundo a parlamentar várias matérias só chega ao nosso conhecimento em plenário e que ainda, segundo Roseli que toda a matéria antes de ir a plenário tem que tramitar 24 horas na secretária daquela casa parlamentar e que não aconteceu, por isso, na dúvida votei o contrário mas a poucos dias votei em duas matérias para investigar o prefeito, declarou.

Conforme ainda Rosa do Vaqueiro afirmou também que a poucos dias na Câmara de Santa Rita votou beneficiando os servidores em duas matérias que chegou a casa de Antônio Teixeira que denunciava o prefeito Panta, uma que envolve o benefício de terço de férias dos servidores de Santa Rita em que a gestão municipal descumpriu recomendação do MP, e a outra que envolve a gestão em licitações que no momento está tramitando na casa a CPI, com isso, muitas vezes é preciso saber o conteúdo da matéria para não cometer injustiça, que naquele momento era preciso mais um estudo detalhado entre ambos (prefeitura e sindicato), ou até mesmo o atesto do TCE-PB para deliberar na votação, afirmou.

A vereadora Rosa do Vaqueiro disputou à Câmara de Santa Rita em dois processos eleitoral, um na eleição em 2012 que os sufrágios na urna ficou empatados com o colega de partido Missinho do Bode, que segundo a legislação eleitoral o desempate  ficou pelo critério da idade e, na eleição de 2016 Rosa do Vaqueiro disputou novamente a eleição pelo mesmo partido PC do B atingindo a maior votação daquele pleito. Rosa do Vaqueiro foi eleita pela zona rural, possui uma atuação ao lado das pessoas carentes aonde tem contribuído e muito com sua experiência de gestora no ramo comercial e da agricultura, frisou.

Lamartine do Vale