Vídeo: Revoltados, feirantes de Várzea Nova deixam Vereador falando só que votou contra emenda na CMSR

Vídeo: Revoltados, feirantes de Várzea Nova deixam Vereador falando só que votou contra emenda na CMSR

Vereador que votou contra a emenda ao Projeto de Lei  024/2019 e foi justificar em plenário para os Comerciantes e feirantes do novo mercado público de Várzea Nova, nesta terça-feira (2), fica falando só na tribuna da Câmara enquanto os feirantes abandonaram o plenário da casa de Antônio Teixeira revoltados e indignados que a referida emenda beneficiariam os comerciantes estariam prejudicados para readaptação novo novo mercado que estão encontrando dificuldade para comercializar seus produtos beneficiariam durante seis meses e que na entrega do box não existia essas condições para abrigar os alimentos, foi o que disse  D. Maria José comerciante há vários anos”ficamos prejudicados vários dias, a obra foi inaugurada sem que os comerciantes fossem se instalar no outro dia, até iluminação que a prefeitura ligou foi sem autorização da Energiza e, “precisamos de fazer ajustes para garantir nossa mercadoria e essa ajuda de custo seria de bom grato para nós pequenos feirantes e os vereadores da base do prefeito Panta votaram  contra”.

Projeto de Lei 024/2019 foi aprovado a unanimidade que cria o funcionamento e utilização, da legalização dos termos de permissão de uso dos boxes, a título precário em favor dos comerciantes que se encontravam próximo ao mercado. A emenda que beneficiava os comerciantes e feirantes que estão em dificuldade em processo de readaptação é de autoria do vereador Sebastião do Sindicato (PT), que beneficiava os feirantes com seis meses de ajuda da prefeitura no valor de um salário mínimo que foi rejeitado pela bancada do prefeito Panta.

D. Maria José lembrou ainda que que a reforma do mercado público é fruto do reajuste de impostos que ficou batizado como pacote de maldade, que Santa Rita possui 135 mil habitantes e que a maioria são carentes, e nós comerciantes e feirantes é uma luta muito grande para sobreviver e em quase três anos de mandato, a gestão Panta inaugurou sem entregar a obra a época e para depois os feirantes irem usufruir do espaço físico tendo que reajustar os box para comercializar mercadorias na maior crise e o prefeito gastou quase 3 milhões no São João, ressaltou a feirante em dificuldade.

Veja o vídeo em o vereador fica falando só:

Lamartine do Vale