Vinte novos promotores de Justiça tomam posse no Ministério Público da Paraíba - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Vinte novos promotores de Justiça tomam posse no Ministério Público da Paraíba

O Ministério Público da Paraíba tem 20 novos promotores de Justiça que, a partir de agora, vão atuar em defesa da lei da sociedade paraibana. Os novos membros do MPPB tomaram posse no cargo de promotor de Justiça Substituto em sessão solene do Colégio de Procuradores de Justiça, realizada nesta sexta-feira (7), no auditório da sede da Procuradoria-Geral de Justiça.

O juramento foi feito pelo empossando Dennys Carneiro Rocha dos Santos que prometeu cumprir a Constituição Federal e Estadual e as leis promovendo a defesa do povo, da ética e do regime democrático.

O empossando Leidimar Almeida Bezerra falou em nome dos novos promotores. Ele destacou o esforçou empreendido por todos os candidatos até chegarem à posse. “Amamos mais aquilo que conquistamos com esforço. O sonho de integrar as fileiras do Ministério Público foi maior que os obstáculos”. Ele ressaltou ainda a necessidade de atuar em favor do cidadão paraibano. “Precisamos dar voz a muitos sujeitos de direitos esquecidos”, disse.

O procurador-geral de Justiça, Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, fez um histórico da atuação do Ministério Público no Brasil, desde o século XVI, destacando as novas atribuições advindas com a Constituição de 1988 e conclamou os novos promotores a sentirem suas responsabilidades. “Dignifiquem seu juramento, honrem suas togas, sejam críticos com sua atuação”, declarou.

Oswaldo Trigueiro enfatizou ainda

O presidente da Comissão do ‘XIV Concurso Público para o Cargo de Promotor de Justiça Substituto do Estado da Paraíba’, procurador de Justiça Marcos Navarro, lembrou o histórico do concurso que teve início em 2011 e ressaltou o apoio dado pela administração superior. “Este é um momento de regozijo para a comissão”, comentou.

 Empossados

 Foram empossados como promotores de Justiça Substituto Leidimar Almeida Bezerra, Dennys Carneiro Rocha dos Santos, Leonardo Quintans Coutinho, Bruno Lins, Fabiana Alves Mueller, Ana Grazielle Araújo de Oliveira, Mariana Neves Pedrosa Bezerra, José Carlos Patrício, Uirassu de Melo Medeiros, Glauco Coutinho Nóbrega, Stoessel Wanderley de Sousa Neto, Pedro Henrique de Freitas Andrade, Erika Bueno Muzzi, Samuel Miranda Colares, Sarah Araújo Viana, Alberto Vinícius Cartaxo da Cunha, Flávia Cesarino de Sousa, Reynaldo Di Lorenzo Serpa Filho, Fabiana Pereira Guedes e Simone Duarte Doca.

Eles vão ocupar 16 Promotorias de Justiça localizadas na Região do Sertão paraibano. Serão preenchidas três vagas na Promotoria de Sousa; duas em Cajazeiras; e outras duas em Patos. Os demais novos promotores de Justiça serão distribuídos nas seguintes Promotorias: Conceição, Princesa Isabel, Itaporanga, São Bento, Catolé do Rocha, São João do Rio do Peixe, Teixeira, Bonito de Santa Fé, Coremas, Malta, São José de Piranhas, Uiraúna e Brejo do Cruz.

 Presenças

 A posse contou ainda com a presença do presidente da Associação Paraibana do Ministério Público (APMP), promotor Francisco Seráphico da Nóbrega, do desembargador Frederico Coutinho, representando o Tribunal de Justiça, da procuradora-adjunta Mônica Figueiredo, representando o governo do Estado, do deputado Trócolli Júnior, representando a Assembleia Legislativa, do conselheiro Renato Melo, representando o Tribunal de Contas do Estado (TCE), do procurador-geral do município de João Pessoa, Rodrigo Nóbrega, e do advogado Marcos Túlio Macedo, representando a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Paraíba.

O presidente da APMP, Francisco Seráphico, parabenizou os novos membros da instituição e desejou que o entusiasmo deles os acompanhe por toda a carreira no MP. Ele pontuou ainda a necessidade de o promotor de Justiça atuar pela causa e coisa pública. “Ser promotor de Justiça é ser um agente eficaz de transformação social”, disse.

O advogado Fábio Bezerra, que representou a OAB-PB na comissão do concurso, fez uma saudação, em nome da Ordem, aos empossados. “Que sejam diligentes e acertem o máximo possível porque a credibilidade do MP depende disto”, ressaltou.

 Concurso

 O ‘XIV Concurso Público para o Cargo de Promotor de Justiça Substituto do Estado da Paraíba’ teve início em junho de 2011, com mais de três mil candidatos e contou com cinco etapas: provas preambular, discursiva, oral, prática de tribuna e curso de formação. O curso teve início no dia 21 de janeiro deste ano e foi realizado na Sala de Reunião do Núcleo Criminal, de segunda a sexta-feira, nos períodos da manhã e tarde. Com duração de 500 horas/aula, o curso foi apresentado em módulos e contou com a participação de 24 candidatos.

A comissão foi presidida pelo procurador Marcos Navarro e integrada pelos promotores Carlos Romero Paulo Neto, Leonardo Pereira de Assis, Socorro Lacerda, Luis Nicomedes, Guilherme Barros, Anne Emanuelle Malheiros, e o representante da OAB, Fábio Bezerra.

Acessoria