Vital propõe Pacto das Oposições para construir candidaturas e projeto inovador - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Vital propõe Pacto das Oposições para construir candidaturas e projeto inovador

vital umO senador Vital do Rego Filho, presidente da CCJ do Congresso Nacional, propôs em entrevista exclusiva ao WSCOM  que as Oposições na Paraíba sentem com todas as suas representações visando construir um Pacto político – partidário visando estabelecer mecanismos de definição de nomes / candidatos em 2014, bem como um projeto de Governo avançado na perspectiva de mais inclusão social e desenvolvimento econômico do Estado apontando novas vocações. O PMDB, contudo, participa dos entendimentos apresentando o nome do ex-prefeito de Campina Grande, Veneziano, para reflexão sobre ele e outras alternativas.

O líder pemedebista entende que para alcançar esse estágio político, será indispensável que partidos e lideranças atuem no processo com avaliações, compromissos e encaminhamentos inteligentes baseados em estudos e evidência de fatos, mas sem emocionalismo ou preconceitos no processo.

– Todos os partidos têm seus interesses, mas cremos ser possível avaliarmos de forma conjunta, altiva, adulta e serena, meios de construirmos um Pacto que resulte na definição de nomes para a majoritária a partir de critérios impessoais – comentou o senador, lembrando que o PMDB é o único partido com nome definido e já em ação no Estado, mesmo assim admite uma rediscussão com os partidos de Oposição.

Segundo ele, “não podemos fazer política com o fígado, mas com o cérebro superando as divergências localizadas, os problemas passados, visando a construção de um projeto maior para o Estado, que vive uma de suas piores fases de todos os tempos com a insensibilidade do governador”.

Vital Filho comentou que “a aceitação do nome de Veneziano para o Governo é sempre crescente, embora saibamos que este projeto em torno de seu nome não é caso de obsessão, mas de saldo histórico, de estratégia partidária pela importância e a dimensão de suma imagem no Estado” – frisou, acrescentando que “ele está colocando seu nome para o Governo com projeto de governo como opção do partido e de muita gente interessada, mas ele certamente seria eleito com mais facilidade se disputasse uma vaga na Câmara Federal ou mesmo o Senado”.

O senador acha que as lideranças precisam se reunir nos próximos dias com esse espírito e compromisso de construir um projeto vencedor para o Estado.

Walter Santos
WSCOM Online