Vitinho desequilibra, Flamengo vence Atlético no Maracanã e se isola ainda mais na liderança

Vitinho desequilibra, Flamengo vence Atlético no Maracanã e se isola ainda mais na liderança

O Flamengo é cada vez mais líder do Campeonato Brasileiro! Na noite desta quinta-feira, mesmo cheio de desfalques, o Rubro-Negro fez valer a força de seu plantel diante do Atlético Mineiro. Vitinho voltou a ser decisivo, marcou um gol, deu uma assistência e comandou o Fla no triunfo pelo placar de 3 a 1. Com a vitória, o time comandado por Jorge Jesus chega aos incríveis 55 pontos e abre oito de vantagem do vice-líder Santos, que tomou o segundo posto do Palmeiras nesta rodada.

Do outro lado, o Galo segue seu momento irregular, e figura apenas na 11ª posição, com 31. Pressão e vantagem rubro-negra Como de costume nos jogos em casa, o Flamengo, mesmo recheado de desfalques, partiu para cima do Atlético, também desfalcado, no Maracanã. Aos 11 minutos, a primeira chegada.

Após cobrança de escanteio, Vitinho cruzou na medida para Arão, que desviou de cabeça. A rola passou rente à trave de Wilson. Era um prenúncio. O Galo, por sua vez, não escondeu em nenhum momento que foi para o Rio de Janeiro para se defender. Com uma primeira linha de cinco, o time mineiro se concentrou no campo de defesa e dificultou o ataque adversário.

O Rubro-Negro seguiu martelando, trocando passes e encurralando o time adversário. Com a área atleticana congestionada, o jeito foi arriscar de fora. Primeiro com o zagueiro Rhodolfo, que mandou um petardo e obrigou Wilson a mandar para escanteio. Depois foi a vez de Rafinha aproveitar sobra e emendar um chutaço. O goleiro alvinegro, novamente, fez uma linda defesa. De tanto insistir, o Fla encontrou a solução pelo alto.

Aos 36, Vitinho cobrou mais um bom escanteio e encontrou a cabeleira de Willian Arão, que apareceu livre na primeira trave e mandou para o fundo das redes: 1 a 0. Vitinho renasce, Flamengo se isola No segundo tempo, o Flamengo não mudou sua postura. Logo no primeiro minuto, Rafinha recebeu pela direita e cruzou na medida para Reinier. O jovem subiu bonito e desviou de cabeça, assustando à meta mineira. A resposta atleticana demorou mais que um tempo, mas chegou.

Aos cinco, Nathan recebeu na entrada da área, passou por Rafinha, deixou Diego Alves para trás e completou para o gol, empatando a partida. Parecia que o Alvinegro entraria de vez no confronto. Mas não foi o que aconteceu. O Rubro-Negro voltou a intensificar suas ações no ataque, e voltou à frente do placar. Aos 15, Vitinho recebeu pela esquerda, gingou para cima da marcação e bateu, de chapa, no cantinho, sem chances para Wilson.

Mais um bonito gol no Maraca. De volta à liderança do marcador, o time comandado por Jorge Jesus voltou a fazer o que sabe de melhor: manter a bola no setor ofensivo. Aos 26, Vitinho acionou Bruno Henrique, que já dominou se livrando da marcação, mas teve sua finalização defendida.

Neste Brasileirão, vacilar contra o time da Gávea tem sido fatal. E a zaga do Galo cochilou. Aos 30, Éverton Ribeiro espanou o taco para àrea alvinegra, Patric e Iago Maidana bateram cabeça e Bruno Henrique desviou para o meio. Por lá estava o menino Reinier, que, com a frieza de um veterano, bateu de primeira e deu números finais à partida.

O Gol