Wallace falha, Fla sofre empate do Boavista e tropeça na estreia

guerrerogilvanboavista715Guerrero fez golaço e abriu o placar, mas Fla acabou tropeçando (Gilvan de Souza/Flamengo)

O Flamengo não passou de um empate por 1 a 1 com o Boavista, na estreia das duas equipes no Campeonato Carioca, em partida disputada na noite deste sábado, no estádio Giulite Coutinho, em Edson Passos. A equipe dirigida por Muricy Ramalho saiu na frente com um gol marcado por Paolo Guerrero, o terceiro do atacante peruano na atual temporada, mas caiu muito de produção no segundo tempo e permitiu que a equipe da Região dos Lagos chegasse ao empate, com Leandrão.

O resultado castigou a equipe rubro-negra que poderia ter alcançado uma boa vantagem no primeiro tempo, mas se acomodou e permitiu que o Boavista chegasse ao empate, depois de lance marcado pela hesitação do zagueiro Wallace. Depois do lance, o zagueiro foi vaiado cada vez que tocava na bola, o que deixou o time ainda mais nervoso e sem condições de tentar o gol da vitória.

Na próxima rodada, o Flamengo vai enfrentar o Macaé no Moacyrzão. O Boavista receberá o Friburguense, em Bacaxá.

O jogo – Desfalcado de Emerson Sheik e Gabriel, vetados na última hora, o Flamengo começou a partida no ataque. E Chiquinho mostrou o cartão de vsita aos três minutos com um chute perigoso. Aos nove minutos, Everton cobrou falta, do lado esquerdo, e Paolo Guerrero cabeceou com perigo. O Boavista demorou a aparecer no ataque, o que aconteceu aos 12 minutos com um chute forte do atacante Leandrão que encobriu o gol defendido por Paulo Victor.

Os meias Everton e Chiquinho trocavam constantemente de posição e confundiam a marcação da equipe de Saquarema. Aos 14 minutos, Marcelo Cirino foi lançado em velocidade, mas o goleiro Vinicius saiu com precisão e ficou com a bola.

Depois do tempo técnico, o Flamengo voltou muito mais agressivo e marcou o primeiro gol, aos 29 minutos. Paolo Guerrero recebeu ótimo passe de Willian Arão, se livrou da zaga e chutou forte de perna direita, sem qualquer chance de defesa para Vinicius.

Mesmo com a vantagem, a equipe rubro-negra não diminuiu o ritmo. E, aos 38 minutos, Cirino recebeu na entrada da área e bateu forte para defesa segura de Vinicius. Nos minutos finais, o Flamengo reduziu o ritmo e o Boavista tentou se adiantar, mas não conseguiu nenhuma jogada positiva.

 

O Flamengo voltou com a mesma equipe para o segundo tempo e continuou controlando o ritmo da partida. O Boavista, mesmo modificado pelo técnico Rodrigo, não conseguia incomodar a defesa rubro-negra.

Aos sete minutos, após cruzamento na área, o zagueiro Anderson Luis falhou e a bola ficou com Wallace que chutou no canto e o goleiro Vinicius fez boa defesa, evitando o segundo gol.

O time comandado por Muricy Ramalho continuava com o domínio absoluto. Aos 15 minutos, novamente Guerrero, de cabeça, levou perigo para o gol defendido por Vinicius.

Só aos 19 minutos, o time visitante conseguiu assustar a defesa rubro-negra. Após cruzamento na área, o lateral Jorge e o goleiro Paulo Victor se atrapalharam e quase que o Boavista chegou ao empate.

Depois do tempo técnico, o Flamengo passou a administrar o resultado, controlando a partidas, mas sem mostrar grande interesse em ampliar a vantagem.

O Boavista se aproveitou e marcou o gol do empate, aos 31 minutos. Após cruzamento na área, o zagueiro Wallace falhou e Leandrão meteu a cabeça para deixar tudo igual. Depois do lance, a torcida passou a vaiar o zagueiro Wallace, cada vez que ele tocava na bola.

Depois de sofrer o gol, o Flamengo passou a pressionar em busca do segundo gol. Aos 40 minutos, Rodnei cruzou fechado e o goleiro Vinicius desviou para escanteio. Logo depois, Jajá escorou de cabeça, após cruzamento de Jorge, mas mandou a bola para fora.

Nos minutos finais, o Flamengo partiu para o desespero, mas o Boavista soube se defender e garantir o importante resultado.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 1 X 1 BOAVISTA

Local: estádio Giulite Coutinho, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 30 de janeiro de 2016, sábado
Hora: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro
Assistentes: Luiz Cláudio Regazone e Diogo Carvalho Silva
Público: 6.218 pagantes
Cartão Amarelo: Júlio César(Boa)

Gols:
FLAMENGO: Paolo Guerrero, aos 29 minutos do primeiro tempo
BOAVISTA: Leandrão, aos 31 minutos do segundo tempo

FLAMENGO: Paulo Victor, Rodinei, Wallace, Juan e Jorge, Márcio Araújo, William Arão, Chiquinho e Everton(Jajá); Marcelo Cirino(Thiago Santos) e Guerrero
Técnico: Muricy Ramalho

BOAVISTA: Vinícius, Nerylon(Thiago Silva), Anderson Luís, Vitor e Davi; Douglas Pedroso, Júlio César(Thiaguinho), Romarinho(Lucas) e Guilherme Costa; Matheus Paraná e Leandrão
Técnico: Rodrigo Beckham.

Fox Sports