Witzel chega de helicóptero, abraça policial e comemora resultado de ação na Ponte

Witzel chega de helicóptero, abraça policial e comemora resultado de ação na Ponte

O governador Witzel desceu correndo do Helicóptero, bateu continência para um policial e o abraçou em seguida comemorando a ação na Ponte Rio-Niterói que terminou com a morte do sequestrador. Nenhum passageiro ficou ferido na ação e o governador ainda Witzel foi até o ônibus aonde o criminoso foi morto.

‘Foi necessária uma atuação firme com um atirador de precisão’, diz porta-voz da PM

O porta-voz da PM, coronel Mauro Fliess, em entrevista ao CBN Rio, avaliou a ação como técnica, com todos os protocolos seguidos e perfeita integração entre as forças de segurança. Segundo o coronel, a negociação foi difícil já que o sequestrador ameaçava incendiar o ônibus. Ele destacou a independência dada pelo governo do estado ao gerente da crise, que teve total autonomia para tomar a decisão operacional que julgasse mais conveniente. O coronel acrescentou que a negociação começou de maneira muito boa com um policial rodoviário experiente e depois o Bope assumiu.

Identificado sequestrador de ônibus da Ponte Rio-Niterói

William Augusto Nascimento, de 20 anos, era vigilante. O sequestrador foi morto por um atirador de elite. Ele estava com uma arma de brinquedo e ameaçava colocar fogo no coletivo. Nenhum passageiro ficou ferido.

‘Se criminoso não tivesse sido abatido, muitas vidas não seriam poupadas’, diz Witzel

Governador do Rio conversou com a imprensa após o sequestro de um ônibus na ponte Rio-Niterói. O sequestrador foi atingido por um sniper. Witzel comparou o caso com o que ocorre nas comunidades do Rio de Janeiro e disse que, “se a polícia puder fazer o trabalho dela, de abater quem está de fuzil, tantas outras vítimas serão poupadas”. O governador afirmou ainda que os policiais que participaram da ação de hoje serão condecorados e que já determinou a promoção dos

Reféns liberados são levados de ônibus para a sede da PRF na Ponte Rio-Niterói

O ônibus tem a marca da Ecoponte, concessionária que administra a Ponte Rio-Niterói. Uma entrevista coletiva deve ser dada na sede da PRF, com a presença do governador Wilson Witzel.

Sequestrador estava com arma de brinquedo, diz porta-voz da PM

O coronel Mauro Fliess disse em entrevista a TV Globo que nenhum refém ficou ferido. O sequestrador jogou combustível no ônibus e ameaçava colocar fogo. O porta voz da PM disse que foi necessário o disparo do sniper para neutralizar o criminoso e salvar os reféns. O criminoso morreu. Os reféns estão recebendo atendimentos médico e psicológico ainda no local. Trinta e sete pessoas estavam dentro do ônibus.

CBN