Zé Rafael marca, Weverton faz milagres e Palmeiras vence Ceará para seguir na briga pelo título

Buscando se aproximar ainda mais da liderança do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras recebeu, no Allianz Parque, a equipe do Ceará. Com a bola rolando, o grande personagem da partida passou longe de ser um jogador de ataque. Além de ter sido salvo pelo VAR, o Palestra contou com noite inspirada do goleiro Weverton, que defendeu um pênalti e acumulou milagres durante os 90 minutos, para vencer por 1 a 0. Com a vitória, o Alviverde chega a 63 pontos e, momentaneamente, diminui para cinco a diferença para o líder Flamengo, que ainda joga na rodada.

Do outro lado, em situação inversa, o Vozão soma 33 e está a apenas dois do Z4. Zé Rafael abre o placar, e Weverton mantém vantagem alviverde Na briga pela liderança, o Palmeiras teve controle do confronto, mas, mesmo tendo mais a bola, não chegou a levar tanto perigo à meta do goleiro Diogo Silva. Em toda primeira etapa, foram apenas quatro finalizações.

Mesmo assim, o time achou uma válvula de escape pela direita, com o lateral Mayke avançando bastante. Num desses avanços, aos 16, o lateral cruzou rasteiro na área, a zaga do Ceará afastou, e Zé Rafael ajeitou o corpo e bateu no cantinho para abrir o placar. Depois do gol, o Palmeiras deu mais campo para o rival, que passou a ter a bola e criar perigo.

Num pênalti de Vitor Hugo em Chico, Weverton foi herói ao defender a cobrança de Bergson. No fim, Valdo ainda perdeu chance incrível de empatar o jogo. O zagueiro subiu sozinho no meio da área do Palmeiras, após cruzamento de Felipe Baxola, mas cabeceou para fora. Chance incrível desperdiçada pelo Vozão.

Ceará pressiona, tem gol anulado e Weverton se consagra Na volta do intervalo, o Ceará, precisando do resultado, se mandou para o ataque. O Palestra, por sua vez, se fechou à espera de espaços para sair em velocidade. Mesmo com a tentativa de pressão dos cearenses, a primeira grande chance da etapa complementar foi alviverde.

Aos dez, Gustavo Gómez subiu sozinho e cabeceou para o gol. No entanto, o árbitro assinalou o impedimento. Depois do tento anulado, as melhores chances foram do Vozão. Primeiro, Felipe Baxola entrou driblando na área do Palmeiras e cruzou rasteiro. Zé Rafael, na hora ‘h’ apareceu e evitou o empate alvinegro.

Depois, o mesmo Baxola, após rápido contra-ataque, passou pela marcação e mandou no ângulo. Weverton voou e operou um milagre no Allianz Parque. Mesmo sem conseguir se impor, o time comandado por Mano Menezes aumentou suas ações ofensivas da metade para o fim do segundo tempo.

Dudu fez bela jogada pela direita e cruzou para Henrique Dourado, que quase alcançou a bola. Na sequência, Gustavo Gómez foi no terceiro andar para cabecear e explodir o travessão de Diogo Silva. Nos minutos finais, o Weverton e o VAR foram os personagens que garantiram o triunfo palmeirense.

Thiago Galhardo fez boa jogada e cruzou para Samuel Xavier, que com o gol aberto, parou numa recuperação incrível do arqueiro do Palestra. Que defesa espetacular!  Aos 41, o goleiro da equipe paulista foi vencido, através de Felipe Baixola. Entretanto, o árbitro de vídeo deu as caras e flagrou impedimento do ataque alvinegro.

Já nos acréscimos, os visitantes aumentaram ainda mais a blitz. Leandro Carvalho fez bonita jogada individual e forçou mais uma linda defesa de Weverton, que viveu, sem dúvidas, um noite inesquecível e foi o grande personagem na vitória do Palmeiras, que mantém vivo o sonho do título brasileiro.

O Gol