João Pessoa 19/05/2019

Início » Policial » Zelador suspeito de estupros em banheiro do Geo tem prisão mantida e é mandado para o PB1

Zelador suspeito de estupros em banheiro do Geo tem prisão mantida e é mandado para o PB1

O homem, de 43 anos, passou por uma audiência de custódia na tarde deste sábado (16) no Fórum Criminal. Ele foi preso na noite desta sexta-feira (15) .

O suspeito ficará recluso na Penitenciária de Segurança Máxima Romeu Gonçalves de Abrantes (Foto: Reprodução)

A Justiça determinou que o ex-zelador do colégio Geo, no bairro de Tambaú, em João Pessoa, seja levado para o presídio PB1, no bairro de Mangabeira. A juíza Andréa Arcoverde, da 1ª Vara Criminal, não acatou a tese da defesa e decidiu manter a prisão do acusado.

O homem, de 43 anos, passou por uma audiência de custódia na tarde deste sábado (16) no Fórum Criminal. Ele foi preso na noite desta sexta-feira (15) e passou por exame de corpo de delito. O suspeito foi encaminhado para a Central de Polícia Civil, no bairro do Geisel, em João Pessoa.

Com a decisão, o suspeito ficará recluso na Penitenciária de Segurança Máxima Romeu Gonçalves de Abrantes, mais conhecida como PB1, até a data de seu julgamento.

O advogado de defesa, Thiago Beltrão, informou que o suspeito respondia a medidas cautelares impostas  desde janeiro pelo juiz da 1ª Vara, o juiz Adilson Fabrício. Thiago afirmou que o juiz na época entendeu que o zelador não frequentava mais a escola, era réu primário e tinha residência fixa, por isso responderia o processo em liberdade.

O ex-zelador do colégio é apontado em depoimentos colhidos na investigação, como facilitador dos estupros dentro do banheiro do colégio. Citado como “tio do banheiro”, ele é acusado de interditar o local no momento dos abusos. Além disso, ele mesmo é acusado de abusar das crianças.

ClickPB